Homem

15/01/2015 04:29 - Atualizado em 01/12/2016 09:23

Conheça os sinais da andropausa e seus impactos na rotina do homem

Andropausa é período de redução hormonal e de dificuldades sexuais na vida do homem.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Assim como a menopausa é um momento de grandes transformações corporais para as mulheres, a andropausa é o divisor de águas da vida sexual masculina. Ela representa uma baixa hormonal e a redução na atividade sexual, o que o afeta em todos os âmbitos da sua vida, desde o relacionamento com uma parceira até suas atitudes perante a sociedade.

O que é a andropausa

Quando os testículos e os órgãos do aparelho sexual começam a diminuir o seu ritmo de produção de hormônios, é sinal de que a andropausa se aproxima. Ela geralmente chega com o envelhecimento. A idade é o principal fator nessa desaceleração do ritmo sexual masculino, mas não é o único. Doenças, como a diabetes, também podem influenciar nesse sentido.

andropausa

De modo geral, a andropausa representa uma deficiência na testosterona, o principal hormônio sexual masculino. É ele que regula o desejo sexual dos homens e o seu desempenho durante as relações sexuais. Quando diminui, todas as outras funções são reduzidas. Por exemplo, a produção de espermatozoides e outros fluídos ejaculatória sofre uma baixa significativa.

Diferentemente das mulheres, os homens possuem seus gametas renovados frequentemente. Se as mulheres nascem com os ovulos que carregarão por toda a vida, os homens podem ter espermatozoides novos toda a semana, o que faz deles reprodutores ativos por muito mais tempo. A andropausa, então, pode ser entendida como o cessar do período reprodutivo masculino.

Nessa fase, o corpo já não produz os mesmos hormônios, causando uma redução brusca na libido. Além disso, a pele e os músculos do corpo masculino se alteram, fazendo com que já não tenha mais tanta resistência física. Isso afeta tanto a duração da relação sexual, quanto a qualidade que ela terá para ambos os parceiros.

Como o sexo é de grande importância na vida masculina, a andropausa costuma ser uma fase complicada do ponto de vista psicológico. Muitos homens acreditam que, se não têm mais a mesma capacidade sexual, eles próprios já não possuem o mesmo valor. Podem vir a se sentirem inutilizados perante a mulher, desencadeando casos de depressão.

Conheça os sinais da andropausa

O sintoma mais comum dessa fase é a repetição frequente de casos de impotência. Se o homem não consegue manter o pênis ereto durante a relação sexual ou sequer consegue alcançar a ereção, pode ser sinal do começo da andropausa. A boa notícia é que esse é um processo pelo qual todos os homens passarão. O problema é que não há como impedir que ele aconteça.

A ejaculação precoce também pode ser um sinal da mudança. Os hormônios já não são tão ativos, os órgãos do aparelho reprodutor já estão desgastados e a musculatura já não responde como antigamente.

A ejaculação não consegue mais ser contida por tanto tempo, como acontecia na juventude. Muitos homens sentem-se frustrados quando isso acontece, até mesmo humilhados.

A irritabilidade que atinge os homens nessa fase também é um sinal da andropausa. A mudança brusca nas taxas de hormônios é a principal causadora das mudanças de humor. O corpo feminino passa por isso uma vez ao mês, durante a TPM. Com os homens, esse problema demora mais a chegar, mas também se manifesta.

Gostou das dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
saúde do homem
testosterona
virilidade
idade

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ