Homem

30/08/2014 04:44 - Atualizado em 03/12/2016 06:46

Conheça os 8 sinais de deficiência de testosterona no homem

Deficiência de testosterona tem graves implicações na saúde masculina.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A testosterona é o principal hormônio presente no organismo masculino e é responsável por diversas funções. A deficiência de testosterona no organismo pode desencadear várias reações na vida do homem, principalmente a partir dos 40 anos de idade. Mesmo assim, os sintomas podem aparecer até mesmo na juventude. Vamos conhecer agora oito sinais que indicam esse problema.

deficiencia-de-testosterona

8 Sinais de deficiência de testosterona

Perda de interesse sexual

A diminuição do interesse sexual é o principal sintoma para que o homem passe a cogitar a possibilidade de estar sofrendo de deficiência de testosterona. Nestes casos pode haver a perda de potência sexual ou uma disfunção erétil. No entanto, a impotência sexual quase nunca é causada somente pela diminuição de testosterona.

Muito cansaço

A fadiga extrema também pode ser um dos sintomas da deficiência no organismo do homem. Este hormônio está associado a produção de energia do corpo, e a falta ou diminuição dele acaba fazendo com que a pessoa se sinta cansada.

Perda de memória

O hormônio masculino é também um dos responsáveis pela cognição e concentração dos homens. Quando existe a deficiência de testosterona, o homem pode enfrentar problemas para assimilar algumas coisas ou para se concentrar em algumas atividades. A perda de memória também pode ocorrer nestes casos.

Variações de humor

O baixo nível de testosterona no organismo dos homens é considerado um das principais causas de depressão na terceira idade. Por agir no sistema nervoso, a mudança de produção do hormônio pode interferir na sensação de bem-estar e no humor dos homens, o que resulta em um sentimento de tristeza. Em casos mais graves o quadro pode evoluir para depressão e deve ser tratado por um especialista.

Dificuldades para aumentar a musculatura

Essa diferença pode ser notada à medida que os meninos começam a produzir o hormônio e ficar mais fortes. O pico de produção de testosterona é entre os 20 e os 30 anos de idade e nessa faixa etária é mais fácil para os homens construírem músculos. Caso exista uma deficiência no organismo, o homem pode acabar perdendo massa muscular e tendo dificuldades para recuperá-la.

Acúmulo de gordura corporal

Quando existe a deficiência de testosterona, o homem não só costuma ter perda de massa muscular, mas também apresenta maior facilidade para acumular gordura no corpo. Quando a construção dos músculos não é a ideal, o corpo passa a não utilizar as calorias dos alimentos para esta finalidade e elas acabam sendo transformadas em gordura, principalmente na região do abdômen.

Enfraquecimento dos ossos

A testosterona atua na densidade óssea dos homens e a diminuição na produção dele pode fazer com que os ossos fiquem mais frágeis. Este quadro pode fazer com que os homens tenham a mobilidade prejudicada, principalmente na terceira idade.

Menor crescimento de pelos

A diminuição no crescimento de pelos pode ser outro sintoma da deficiência de testosterona nos homens. Isso acontece principalmente nas pernas, braços, axilas e virilhas. Porém a perda de cabelo ou a calvície não é, necessariamente, oriunda da diminuição do hormônio masculino.

Tratamento para deficiência de testosterona

Se você identifica alguns desses sinais de deficiência de testosterona, não hesite em procurar seu urologista para obter o diagnóstico. A confirmação exige a presença de níveis de testosterona abaixo de 200 ng/dL. Em alguns homens com os sintomas e níveis mais elevados de testosterona, são necessários mais exames de laboratório.

Esse baixo nível de testosterona influencia na qualidade de vida do homem e deve ser tratada quando os sintomas estão presentes. A reposição de testosterona pode ser feita com injeções intramusculares, subcutâneas, adesivos ou com gel de testosterona. Depois do início da reposição, a medição deve ocorrer mensalmente.

Gostou das nossas dicas? Deixe um comentário.

TAGS
testosterona
saúde
homem

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ