Dr. Euro Bruno Palomba

ESPECIALIDADE

Urologia

ONDE ATENDE

Rua Adma Jafet, 50 Conj. 25

  • (11) 3262-4514

Dr. Euro Bruno Palomba

Apresentação

Dr. Euro Bruno Palomba é urologista do corpo clínico do Hospital Sírio-Libanés, Hospital Israelita Albert Einstein e atende em consultório.

O que Trata

Urologia.

Formação Acadêmica

Graduação em Medicina pela UNICAMP.

Cargos e Títulos

Residéncia em Cirurgia Geral e Urologia no HC - FMUSP.

Homem

30/05/2014 09:00 - Atualizado em 07/12/2016 11:28

Câncer de Próstata e Vasectomia: Entenda Mais

Dr. Euro Bruno Palomba esclarece dúvidas comuns sobre os dois temas.

POR

Dr. Euro Bruno Palomba

  • +A
  • -A

Pesquisas comprovam que, em relação às mulheres, os homens frequentam menos os consultórios médicos. Mas, a partir dos 40 anos de idade, é preciso estar mais atento. Para câncer de próstata, por exemplo, não há cura e sim prevenção. Veja entrevista com urologista do portal Vivo Mais Saudável e entenda mais sobre a doença, o tema impotência e as medidas médicas que podem ser evitadas com hábitos de saúde regulares.

1.  Com que idade e frequência é preciso ir ao urologista para realizar controle de próstata?

Habitualmente inicia-se o exame periódico de próstata, que consiste em exame de sangue (PSA) e exame físico (toque retal da próstata), a partir dos 40-45 anos.  Essa avaliação deve ser feita anualmente, entretanto se o paciente tiver antecedentes familiares de câncer de próstata, como pai, irmão, tio ou avô, essa avaliação inicia-se obrigatoriamente aos 40 anos.

2.  Quais são os sintomas do câncer de próstata?

É justamente devido ao fato do câncer de próstata não apresentar sintomas, em suas fases iniciais, que torna-se obrigatória a avaliação anual a partir de 40-45 anos.  Normalmente o câncer de próstata desenvolve-se na zona periférica da mesma, o que explica a não presença de sintomas na fase inicial.

Veja nosso especial sobre Saúde da Próstata

3.  A cirurgia da próstata causa disfunção erétil (impotência)?

As cirurgias que tratam do tumor benigno (hiperplasia prostática benigna) causam ejaculação retrógrada, ou seja o esperma retorna para bexiga e sai junto com a urina, mas não levam a disfunção erétil.  As cirurgias que tratam do câncer de próstata ou tumor maligno (prostatectomia radical) podem levar a disfunção erétil, segundo estatísticas mundialmente reconhecidas.  É importante salientar que  apesar dessa estatística todos os casos de disfunção erétil tem tratamento.

4.  A vasectomia causa disfunção erétil (impotência)?

Não.  Esse tipo de cirurgia que é a interrupção da passagem dos espermatozoides pelos ductos deferentes certamente não causa disfunção erétil apenas na fertilidade.  Essa mito popular ocorre, provavelmente, pela confusão que é feita com a habitual castração de animais domésticos que por sua vez causa tanto a interrupção da passagem dos espermatozoides como a interrupção da produção do hormônio masculino (testosterona).

Entenda sobre infertilidade

Acompanhe o Vivo Mais Saudável também pelo facebook.

TAGS
câncer de próstata
câncer
tratamento câncer
vasectomia
infertilidade
dúvidas câncer

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ