Homem

09/05/2015 12:32 - Atualizado em 05/12/2016 04:50

Autoexame ajuda a identificar câncer de testículo

Apesar da pequena incidência, câncer de testículo é preocupante e deve ser prevenido.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A maioria dos homens passa longe do consultório médico, mas essa atitude pode comprometer sua saúde. Uma forma de evitar algumas doenças comuns do sexo masculino, como o câncer de testículo, é realizando o autoexame.

O tumor que aparece nos testículos representa 5% dos casos de câncer em homens. Quando detectado precocemente, o tratamento é bastante eficiente e pode curar. O índice de mortalidade é pequeno, mas entre os 15 e os 50 anos, todos os homens devem se manter atentos às alterações no órgão. Saiba como se prevenir.

Como se manifesta o câncer de testículo?

O câncer de testículo é preocupante porque ocorre geralmente na fase reprodutiva dos homens, entre a juventude e idade adulta. Ele é raro e facilmente confundido com outras inflamações nos testículos e epidídimos, canais que carregam o esperma.

cancer de testiculo

A primeira manifestação do tumor é o surgimento de um nódulo duro, que não provoca dor e tem o tamanho semelhante a uma ervilha. O aumento ou a diminuição dos testículos também é motivo de preocupação, bem como aparecimento de nódulos ou endurecimentos incomuns.

Além disso, sintomas como dores na parte de baixo do abdômen, aumento ou sensibilidade nos mamilos e urina no sangue são sinais do desenvolvimento de um câncer de testículo. Procure um médico urologista imediatamente, caso os sinais apareçam.

O tumor nos testículos é um dos mais curáveis que existem, mas precisa ser detectado em estágio inicial, por meio de um exame físico ou biópsia. Mesmo sendo agressivo, com alto índice de multiplicação das células tumorais, o diagnóstico fácil garante uma boa resposta nos tratamentos com quimioterapia.

Fazendo o autoexame

É recomendável que o homem realize um autoexame para detectar anomalias nos testículos pelo menos uma vez ao mês. Depois de um banho quente, com o escroto mais relaxado em função do calor, fica mais fácil visualizar as anormalidades de tamanho, densidade e sensibilidade nos testículos.

Quando fizer o exame preventivo do câncer de testículo, procure por mudanças na forma e no peso do escroto. Dores na virilha e presença de líquido na região escrotal também podem ser sinais de desenvolvimento do tumor.

Para fazer o autoexame, fique em pé, na frente de um espelho. Verifique a existência de mudanças perceptíveis, em alto relevo, na pele do escroto. Faça um exame em cada testículo com as duas mãos. Posicione o testículo entre os dedos polegar, médio e indicador. Envolva o testículo entre os dedos, mas sem apertar.

Ter um testículo ligeiramente maior que o outro é normal, por isso não se assuste quanto a isso. Encontre também o epidídimo, um canal localizado atrás do testículo. Se você conseguir notar essa parte do corpo, poderá distinguir ela de uma forma suspeita.

Geralmente, os tumores malignos se localizam na lateral dos testículos, mas podem também estar na parte de baixo do órgão.

O tratamento inicial para o câncer de testículo é feito com cirurgia. Primeiro, é feita a biópsia, retirando um pedaço do tecido para exame microscópico. Se o resultado for positivo, então o testículo é removido. Apesar disso, as funções sexuais e reprodutivas não são afetadas, se o outro testículo estiver saudável.

Quais são os cuidados que você toma com sua saúde? Conte nos comentários! E não esqueça que você sempre encontra novidades aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
câncer
prevenção
saúde masculina
testículos

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ