Especialidades

09/10/2015 07:31 - Atualizado em 08/12/2016 09:23

Será que água com gás faz mal? A ciência responde

Uma opção para variar o consumo é aromatizar a água com hortelã ou gengibre.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Indispensável para o bom funcionamento do organismo, a água é fonte de vida e deve ser consumida diariamente. O que poucos comentam, no entanto, são os possíveis benefícios do hábito de beber água com gás. Ou será que ela faz mal?

Resultado do processo de gaseificação, em que é acrescido dióxido de carbono, a água gaseificada é a opção de muitas pessoas para matar a sede. Ela também é um dos ingredientes básicos para o preparo de refrigerantes caseiros, drinques e outras opções refrescantes. Saiba mais sobre os mitos que rondam a bebida. 

copo de agua com gas

Vantagens da água com gás

Optar por água com gás não é uma escolha prejudicial. Ela mantém os mesmos benefícios da opção não gaseificada. “ Os nutrientes presentes na água mineral com gás e os da sem gás são os mesmos. Ambas não possuem calorias”, destaca a nutricionista Giovanna Stefani.

Para quem enfrenta aquela sensação de inchaço após o almoço, a bebida pode se tornar uma alternativa aos remédios para azia e digestão.

“Em casos de indigestão, a água com gás pode até ajudar, já que faz arrotar, aliviando a pressão no abdômen”, afirma a especialista. Ainda assim, ela deve ser consumida com mais cuidado por quem tem problemas gastrointestinais: “Em excesso, pode irritar a mucosa do estômago”.

Cientistas do mundo inteiro vêm comprovando os benefícios da água com gás. Pesquisadores da Universidade de Hyogo, no Japão, identificaram o poder de saciedade assegurado pela bebida. De acordo com os dados obtidos, o consumo em jejum garante a liberação de gases. Com a dilatação do estômago, isso diminui a vontade de comer além do necessário.

Já na Grã-Bretanha, cientistas verificaram os poderes do líquido no tratamento da gastroenterite aguda infantil. Foi constatado que a bebida contém menores índices de sódio e potássio, quando comparada aos sais de reidratação vendidos em farmácias. Assim, a água gaseificada se torna uma boa opção para crianças em quadro de desidratação.

Saiba Mais
Água quente emagrece? Conheça a dieta chinesa
Conheça os prós e os contras da água destilada
Descubra os perigos da chamada água detox

Beba água sempre

Consumir água é uma regra. Para não exagerar - e até variar um pouco o cardápio -, você pode intercalar copos de água gaseificada e da versão natural ao longo do dia. Se quiser, aposte na aromatização. “A água com gás pode ser substituta de refrigerantes. Uma boa dica é aromatizar a água com, por exemplo, hortelã, limão, raspas de laranja ou gengibre”, lembra a nutricionista.

É preciso beber cerca de dois litros por dia, conforme as necessidades do organismo da pessoa. Se você tem dificuldade para bater a meta diária, pode recorrer à tecnologia. “Hoje já existem aplicativos para o celular que emitem avisos na hora de beber água, assim evitamos esquecimentos”, indica Giovanna.

E você, prefere água natural ou com gás? Deixe um comentário! E aproveite para conferir outras dicas de saúde e alimentação aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
água gaseificada
emagrecer
má digestão
desidratação

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ