Especialidades

12/01/2016 12:00 - Atualizado em 18/12/2016 01:32

Saiba o que pode estar por trás da dor no peito ao respirar

O sintoma pode indicar desde problemas simples, como dores musculares, até quadros mais graves, como infarto.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Sentir dor no peito ao respirar gera certa preocupação, pois pode indicar algum problema no funcionamento do coração ou dos pulmões. Porém, nem sempre dores na região torácica são sinal de uma enfermidade grave.

Para não ficar na dúvida e evitar complicações, é indicado consultar um médico ao sentir qualquer anormalidade. A dor no peito pode atingir diferentes níveis e migrar para outras partes do corpo, como as costas, o pescoço e ambos os braços. A ocorrência de outros sintomas e a intensidade do desconforto varia de acordo com a causa do problema.

idosa com dor no peito ao respirar

Causas da dor no peito ao respirar

Quando a dor no peito ao respirar é relacionada a algum problema no coração, geralmente os outros sintomas associados são: sensação de aperto na região; dor que se espalha para costas, pescoço, nuca, ombros e braços, principalmente o esquerdo; dor recorrente; falta de ar, tontura, náusea e sudorese.

As causas relacionadas ao coração podem ser infarto, angina, dissecção aórtica e pericardite. Mas, além de problemas cardíacos, as dores na região superior do corpo podem indicar diversos outros problemas.

Nesses casos, os sintomas associados podem incluir gosto amargo na boca; dificuldade de deglutição; dor que varia de intensidade conforme a mudança de posição; dor que se agrava ao respirar fundo ou tossir; sensibilidade na região do peito.

As causas da dor no peito ao respirar podem estar ligadas também a problemas no trato digestivo, como azia ou refluxo gastroesofágico; doenças no esôfago, que dificultam a deglutição; problemas na vesícula biliar, como cálculos ou inflamação; problemas com o pâncreas; e úlcera ou gastrite.

Alterações nos músculos e ossos também são capazes de causar o desconforto na região torácica, como no caso da síndrome costosternal, de costelas lesionadas ou de dores musculares em geral. Já para os problemas no pulmão, a dor pode indicar casos de embolia pulmonar, pleurisia, pulmão colapsado e hipertensão pulmonar.

Em outras situações, a dor ao respirar ainda pode ser desencadeada por doenças de caráter psicológico, como depressão ou ataque de pânico. Quando a ansiedade e o nervosismo são intensos nesses quadros, alguns órgãos acabam se dilatando durante as crises, causando o aperto e o desconforto no peito.

Saiba Mais
Doença de Castleman pode causar problemas digestivos e respiratórios
Doenças do coração alteram funcionamento do organismo
Doença inflamatória pélvica causa dores e secreção vaginal

Quando procurar um médico

Quando a dor no peito surge de forma repentina e aguda ao respirar, é preciso recorrer a um médico o quanto antes, pois só um especialista pode fazer o diagnóstico correto. Atenção especial para os casos em que a dor se irradia para a mandíbula e o braço esquerdo, ou esteja acompanhada de outros sintomas, como náusea, tontura, suor, taquicardia e dificuldade respiratória.

O tratamento para o problema varia de acordo com o diagnóstico feito pelo médico. No caso das doenças psicológicas, é importante sempre buscar auxílio de um psicólogo ou psiquiatra.

Tirou suas dúvidas? Deixe um comentário! E aproveite para conferir outras dicas de saúde aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
coração
pulmão
doenças respiratórias
infarto

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ