Especialidades

13/05/2015 10:12 - Atualizado em 10/12/2016 12:57

Remédio para gases não elimina causas da flatulência

Medicamentos apenas aliviam os sintomas, sendo indicadas mudanças no estilo de vida.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Os gases estomacais e intestinais podem ser incômodos e se manifestarem na hora errada. Além de causarem dor, desconforto e barulhos, só podem ser amenizados de fato com mudanças na alimentação e no estilo de vida. Entretanto, para resultados imediatos em algumas situações, aconselha-se tomar remédio para gases.

Esses gases se instalam no abdômen e provocam inchaço e dores, pois ficam presos nas dobras do cólon. Caso você queira aliviar o desconforto que sente, o remédio para gases trata os sintomas, mas não a causa da indisposição. Saiba mais sobre o que causam os gases e as alternativas para tratar a flatulência.

remedio para gases

Causas dos gases

Para entender quando é necessário recorrer ao remédio para gases, você também deve saber o que causa o surgimento deles:

- Consumo de feijão, brócolis, couve-de-bruxelas, couve-flor, repolho, refrigerantes e cebola

- Possível intolerância à lactose

- Comer em grandes quantidades e rapidamente, o que faz que o alimento ainda não digerido se converta em gás

- Mastigar incorretamente os alimentos

- Comer com a boca aberta, consumir muitos chicletes e fumar

- Consumir medicamentos como laxantes, tranquilizantes ou redutores de colesterol

- Ansiedade e estresse.

Como funciona o remédio para gases

Componentes como a simeticona e a dimeticona são disponíveis geralmente em medicamentos em gotas. Esses remédios diminuem o tamanho das bolhas de gases no estômago e no intestino, mas não eliminam os gases por completo.

Simeticona: atua no estômago e no intestino, diminuindo a tensão superficial dos líquidos digestivos e rompendo as bolhas que retêm os gases e que provocam flatulências e dores. O medicamento facilita a eliminação dos gases e diminui o desconforto causado por eles.

Esse remédio para gases é indicado para pacientes com excesso de flatulência no aparelho digestivo e também pode ser usado como medicação auxiliar em exames médicos e no preparo de pacientes para radiografia do abdômen.

A simeticona atua somente dentro do aparelho digestivo e é totalmente eliminada nas fezes, sem alterações. Por isso, não costuma provocar reações indesejáveis no organismo.

Dimeticona: antigases indicado para provocar um rápido alívio para estômago pesado, estufamento, inchaço e desconforto causado pelos gases. A dimeticona atua no estômago e no intestino e leva ao rompimento das bolhas gasosas que retêm os gases.

O medicamento é indicado no caso de excesso de gases no aparelho gastrointestinal. A dimeticona é fisiologicamente inerte e desprovida de toxicidade. Após ingerir oralmente, o remédio para gases é eliminado pelas fezes também de forma inalterada.

Hábitos e alimentos que evitam os gases

1. Evite cintos e roupas apertadas, pois podem dificultar a respiração e facilitar a entrada inadequada de ar.

2. Beba dois litros de água ao dia. O consumo de fibras com pouca ingestão de líquidos pode piorar a quantidade de gases.

3. Pratique atividades físicas. Exercitar-se faz com que o estímulo dos movimentos do intestino se aprimore.

4. Fuja do gás carbônico. O consumo de bebidas gaseificadas aumenta a quantidade de gases no estômago e parte deles pode passar para o intestino delgado, causando flatulência.

5. Consuma menos gordura. Em excesso, as gorduras são mais difíceis de serem digeridas e podem causar azia e má digestão.

6. Consuma mais fibras. Frutas, legumes, verduras, arroz, massas e biscoitos integrais são opções saudáveis. Porém, quem tem gases precisa se hidratar - caso contrário, as fibras desses alimentos se acumulam e não são digeridas pelo estômago.

Gostou das dicas? Então deixe um comentário! E lembre-se que sempre tem novidade para sua saúde aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
flatulência
gases
inchaço
azia

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ