Especialidades

28/01/2015 02:19 - Atualizado em 29/11/2016 04:32

Psoríase tem cura? Saiba como conviver com a doença

A psoríase tem cura? É preciso conhecer bem os sintomas para poder lidar com essa inflamação da pele.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Por ser uma doença de pele, muitas pessoas se perguntam se a psoríase tem cura. Crônica e não contagiosa, ela se caracteriza por uma inflamação cutânea e demanda tratamentos periódicos.

psoriase tem cura

Psoríase tem cura? Conheça os tipos

É bastante difícil determinar como a doença se apresenta, pois essa possui oito tipos diferentes e cada um tem lesões características.

A psoríase vulgar apresenta manchas de diversos tamanhos que aparecem nos joelhos e cotovelos, além do couro cabeludo. Elas costumam ser escamadas, com uma coloração cinza sob uma pele avermelhada. Já a psoríase invertida é constituída por lesões úmidas, que também podem aparecer nas mesmas áreas, mas também nas dobras da pele.

A do tipo gutata é formada por manchas que, como o próprio nome sugere, são em forma de gotas. Em geral elas se localizam nas coxas, nos braços e no tronco. Essa variante da doença tem maior incidência em crianças e jovens.

A psoríase eritrodérmica tem como principal característica aparecer em mais de 70% do corpo, enquanto qe a ungueal costuma se manifestar em manchas de cor amarelada, sobretudo nas unhas das mãos.

A artropática é um tipo de psoríase que aparece de uma hora para outra e é marcada por dor nas pontas dos dedos dos pés e das mãos, ou em articulações importantes, como as do joelho. Em aproximadamente 8% das incidências, está ligada a um comprometimento das articulações.

A psoríase postulosa apresenta lesões purulentas nas mãos e pés, ou espalhadas pelo corpo. Por fim, a do tipo palmo-plantar consiste em feridas que são semelhantes a fissuras na palmas das mãos e na planta dos pés.

A doença costuma ser genética em 30% dos casos e aparecer em pessoas com idade inferior aos 30 anos ou superior aos 50. Outros fatores que favorecem o surgimento da psoríase são os de ordem psicológica, como o estresse. Influências externas como o frio ou a ingestão de medicamentos também contribuem para o surgimento.

Psoríase tem cura? Não, mas tem tratamento

Dizer que a psoríase tem cura é ignorar o fato de que para ela só existem tratamentos paliativos. Assim como não há cura, não há nada que a impeça de aparecer. Apenas é possível controlá-la a ponto de trazer conforto ao paciente e evitar que caso se agrave.

Para a medicina, 80% dos casos são considerados leves e, embora não se possa afirmar que a psoríase tem cura, o tratamento com medicação local pode controlar a doença. A exposição ao sol e hidratação da pele também fazem parte do tratamento.

Clinicas especializadas também proporcionam os chamados banhos de ultravioleta A e B, porém apenas sob orientação de um médico.

O alcatrão, utilizado como matéria-prima de pomadas dermatológicas, ajuda com eficácia a controlar a psoríase. Porém, muitos não gostam desse tipo de tratamento em função do forte odor e do fato de que a substância pode manchar as roupas. Para os casos mais graves, os medicamentos orais ainda são os melhores recursos.

Para quem sofre de psoríase, a melhor maneira de lidar com a doença é seguindo orientações simples que, no dia a dia, fazem diferença. A hidratação excessiva da pele evita que essa resseque e que surjam mais lesões.

O sol é um grande aliado contra os efeitos da psoríase, desde que tomado alguns cuidados. Não exagerar na exposição solar e utilizar um creme hidratante indicado pelo médico são alguns deles.

Manter as emoções controladas ajuda na diminuição dos sintomas, já que o estresse desencadeia uma reação significativa para quem apresenta a doença. É recomendado não sofrer emocionalmente pela doença e conviver com amigos e parentes.

O preconceito contra a psoríase tem cura, esse sim, e começa pela aceitação e o convívio natural com a doença.

Aprendeu mais sobre a saúde da pele? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
doença de pele
tratamento
cura
cuidados

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ