Dr. Eduardo Schlithler Bonini

ESPECIALIDADE

Gerontologia

Fisioterapia

ONDE ATENDE

Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo (IAMSPE/HSPE), Consultórios particulares em Moema

Dr. Eduardo Schlithler Bonini

Apresentação

Fisioterapeuta responsável pelos setores de Gastro-Cirurgia e Gastro-Clínica do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE / IAMSPE). Realiza atendimento fisioterapêutico em dois consultórios na zona sul de São Paulo (Moema e Campo Belo) e consultoria em Gestão a Empresa;

Possui experiência internacional (Nigéria – África) como Consultor em gestão em saúde. Trabalhou em instituições como APAE de São Paulo, LESF – Centro de Reabilitação (UNIFESP), Santa Casa de Santo Amaro e Hospital das Clínicas – SP;

Administrador de Empresas com Habilitação em Administração Hospitalar e Fisioterapeuta.

O que Trata

Pacientes crônicos das mais diversas patologias ligadas ou não ao envelhecimento.

Formação Acadêmica

Pós-graduado em Fisioterapia em Geriatria e Gerontologia, pelo programa de aprimoramento profissional do Hospital das Clínicas – FM USP; e Gestão e Políticas em Saúde com diploma internacional pela Fundação Getúlio Vargas (FGV);

Possui cursos de Gerontologia e Reeducação Funcional da Postura e do Movimento (RFPM), pela Faculdade de Medicina da USP; Curso de Extensão Universitária em Homeopatia, pela Faculdade Federal de Viçosa; Curso de Perícia Judicial - Método Veronesi (IEDUV); Curso em dermato-funcional nas técnicas de Radiofrequência e Eletrolipólise percutânea.

Cargos e Títulos

Foi idealizador e diretor administrativo da Start - up Portal Casas de Repouso;

Fisioterapeuta Responsável pela reabilitação dos pacientes dos Setores de Gastro-Cirurgia e Gastro-Clínica do HSPE;

Consultor em Gestão em Saúde;

Consultor da AFISIAMSPE (Associação dos Fisioterapeutas do IAMSPE).


Especialidades

24/07/2015 06:00 - Atualizado em 04/12/2016 04:44

Perda da memória com o envelhecimento, como cuidar das lembranças

Memória e idosos, uma relação que deve ser entendida e cuidada por toda família muito antes da melhor idade dos mais velhos.

POR

Dr. Eduardo Schlithler Bonini

  • +A
  • -A

A perda da memória é com certeza uma das maiores preocupações de filhos e familiares quando debatemos sobre o tema do envelhecimento humano. Para falarmos de “perda de memória”, precisamos entender o que é a memória.

Memória, de forma prática e simplista, é o conjunto de ligações neurais que permitem a codificação, estocagem e resgate de informações.

Temos memórias episódicas e operacionais por exemplo, que durante o processo de envelhecimento apresentam diferenças significativas quando comparadas quando somos jovens.

O que acontece com nossas memórias quando envelhecemos?

Quando envelhecemos o processamento destas informações se torna mais lento e dificultoso, principalmente nas fases de codificação e resgate.

A boa notícia é que a memória no idoso saudável (senescente) é altamente treinável, o que pode melhorar o seu desempenho, chegando muito próximo de sua capacidade máxima.

Acesse o Centro do Idoso e veja dicas de cuidados com a saúde

Isso acontece pois existe um fenômeno chamado plasticidade cerebral, que permite que o cérebro consiga se remodelar em função das novas experiências do sujeito. O terapeutas utilizam e ensinam aos familiares técnicas para a manutenção da memória dos idosos. Por isso, é muito importante passar por um profissional adequado para ser avaliado de forma consistente e para que seja formulado um programa terapêutico adequado.

Muitas vezes a perda da memória vem associada a alguma hipótese diagnóstica de demência, onde a do tipo Alzheimer é a mais conhecida. Existe um teste que normalmente fazemos em enfermarias e consultórios para o apontamento de possível demência. Nós fisioterapeutas pós-graduados em gerontologia, utilizamos os resultados para formulação do diagnóstico cinesiológico-funcional e para formulação de conduta, nunca para fecharmos diagnóstico de qualquer outra natureza.

Esse teste é de fácil e rápida aplicação, e nos permite uma boa “noção” de como este idoso se apresenta. Costumamos chamar este teste de “mini-exame” ou em inglês “Mini-Mental”. E caso você tenha interesse em conhecê-lo, em artigos científicos que falam sobre demências ele será facilmente encontrado.

Você cuida de algum idoso ou convive com familiares que estão nessa fase da vida?

Conheça o Vivo Alerta Saúde com central de enfermeiros 24h.

TAGS
memoria
cuidados idosos
perda de memoria
tratamento memoria
perda de memoria na terceira idade
terceira idade

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ