Especialidades

15/02/2016 02:00 - Atualizado em 18/12/2016 01:12

Nova técnica evita perda de cabelo na quimioterapia

Aparelho é uma espécie de touca que minimiza a chegada de medicação até o folículo piloso.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A perda de cabelo é um dos efeitos mais sentidos pelas mulheres que lutam contra o câncer. Felizmente, alternativas estão sendo encontradas para minimizar a queda, contribuindo para diminuir os traumas da doença.

Uma nova técnica consiste no uso de uma touca gelada, chamada de Scalp Cooler, que impede que os cabelos caiam durante o procedimento de quimioterapia. Saiba como o equipamento funciona.

mulher com perda de cabelo devido ao câncer

Touca minimiza perda de cabelo

O novo equipamento que reduz a queda de cabelos provocada pela quimioterapia foi testado e aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Também está em conformidade com as normas do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro).

A touca promove o resfriamento do couro cabeludo antes, durante e após a quimioterapia. Esse processo reduz o fluxo de sangue para os folículos capilares, responsáveis pelo crescimento dos fios. Assim, minimizam a perda de cabelo.

A diminuição da temperatura contribui para que os vasos sanguíneos se contraiam. Com isso, a quantidade de medicação que chega até a raiz do cabelo também é menor.

O novo aparelho pode ser usado no tratamento de diferentes cânceres, tanto em homens quanto em mulheres. Segundo o Hospital Israelita Albert Einstein, a indicação não se refere ao tipo da doença, mas ao esquema quimioterápico indicado.

De acordo com o hospital, a touca não é indicada para pacientes com leucemia, mieloma múltiplo ou linfomas generalizados. Também deve ser evitada por pessoas com sensibilidade ao frio, crioglobulinemia, criofibrogenemia e distrofia traumática ao frio.

Esse é mais um passo para minimizar os efeitos colaterais do tratamento do câncer. A luta contra a doença é bastante exaustiva e requer força e coragem. A chance de não ter que lidar com o impacto emocional da perda de cabelo pode ser um motivo para comemoração.

mulher com perda de cabelo devido ao câncer

Eleve a autoestima!

A queda dos cabelos durante a quimioterapia está relacionada a diversos aspectos psicológicos, especialmente no público feminino. Esse é, inclusive, o efeito que mais incomoda algumas pacientes. Porém, é importante lembrar que a situação é transitória. Apesar de ser um período difícil, manter a autoestima é fundamental para melhores resultados.

O apoio psicológico para as pacientes é bastante positivo, pois faz com que elas se sintam acolhidas. Além disso, a mulher é incentivada a se reconhecer como uma pessoa bonita, independentemente da falta de cabelos ou de outras consequências da doença.

Para driblar o desânimo, vale investir em exercícios físicos moderados, participar de grupos de apoio e realizar atividades diversas para se sentir útil e valorizada. Considerando a beleza, perucas, lenços e outros acessórios dão aquele "up" no visual, refletindo diretamente na autoestima.

A descoberta de um câncer é um choque. No entanto, não é motivo para desistência. Com os avanços da medicina, as chances de cura estão cada vez maiores e as possibilidades de minimizar os efeitos do tratamento também estão em constante melhoria.

Você já lidou com a perda de cabelo durante uma quimioterapia? Compartilhe sua história nos comentários e ajude outros leitores do Vivo Mais Saudável!

TAGS
scalp cooler
touca gelada
câncer
oncologia

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ