Especialidades

06/09/2015 09:00 - Atualizado em 28/11/2016 10:30

Herpes simples tem cura? Veja como se tratar

Prevenção diminui os riscos de lesões e também as chances de transmissão.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O surgimento de pequenas lesões, principalmente nos lábios, é a principal forma de manifestação do herpes simples. Essa infecção é causada por um vírus que pode já estar no organismo da pessoa, manifestando-se de vez em quando devido a alguns fatores.

Em geral, o problema desaparece espontaneamente depois de algumas semanas, mas pode ter variações na sua gravidade. Existe ainda medicamentos que ajudam no tratamento, assim como há alguns métodos simples de prevenção.

boca com herpes simples

Causas do herpes simples

O herpes simples é uma infecção causada por vírus. Ele aparece através de pequenas vesículas agrupadas, que podem surgir em qualquer parte do corpo, principalmente nos lábios e nos genitais. Cerca de 80% da população possui o vírus do herpes, mas uma parcela pequena desenvolve a doença e outra menor ainda tem chance de recorrência.

A enfermidade é causada por dois vírus: herpes simples vírus 1 (HSV-1) e herpes simples vírus 2 (HSV-2). O surgimento da doença está diretamente associado com a queda da imunidade. Alguns fatores como estresse, período menstrual, cansaço, esforço exagerado, febre, exposição ao sol e trauma local podem desencadear o herpes, pois, nesses casos, o cortisol aumenta e a imunidade baixa.

O contágio do herpes acontece por meio do toque, seja através da saliva, das mucosas, da pele ou do sexo. O contato direto é a maneira mais comum de se contaminar, mas objetos como copos, toalhas e lâminas que estejam contaminados também podem transmitir o vírus.

Além do surgimento das lesões cutâneas, alguns sintomas locais também são apresentados, como coceira, ardor, agulhadas e formigamento. Em geral, o problema desaparece espontaneamente em cerca de uma semana.

No entanto, a primeira infecção pelo vírus do herpes costuma ser mais grave e, consequentemente, o restabelecimento completo, mais demorado. As lesões podem se espalhar pelos dois lados do rosto ou até mesmo dentro da boca, com aspecto semelhante ao das aftas.

Saiba Mais
Camisinha feminina é opção na prevenção de DST
Sintomas de DST: Fique alerta e foque na prevenção
Fuja do vírus! Conheça 5 maneiras de se evitar resfriados

O herpes vírus se manifesta pelas terminações nervosas do organismo e atinge a pele. Ele produz alteração nas células da epiderme e, com isso, surgem pequenas vesículas agrupadas. Depois, essas bolhinhas ressecam, forma-se uma crosta e a lesão desaparece. Essas são as fases da infecção tanto labial quanto genital. A crise de herpes dura entre sete e 10 dias.

Como tratar o problema

O herpes simples ainda não possui cura e as crises podem voltar com frequência, se a imunidade estiver baixa. Com isso, o melhor tratamento para o problema é a prevenção, diminuindo a reincidência das lesões e também a possibilidade de contágio.

A principal orientação diz respeito aos cuidados com a higiene local: lavar bem as mãos, evitar contato direto com outras pessoas e não furar as bolhas.

Outras dicas importante são evitar a exposição exagerada ao sol, usar protetor solar, diminuir o estresse, alimentar-se e dormir bem. Quando esses cuidados não são o suficiente, o tratamento é feito com medicamentos antivirais.

Gostou das dicas de saúde? Deixe seu comentário! E continue de olho no Vivo Mais Saudável para conferir outros artigos para o seu bem-estar.

TAGS
dst
lesões na boca
prevenção
herpes bucal

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ