Especialidades

13/01/2015 11:15 - Atualizado em 01/12/2016 07:03

Fungos na pele: Conheça as causas e veja como tratar

Comuns no verão, os fungos na pele podem ser evitados com medidas básicas de saúde.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O verão é uma época deliciosa: tempo de férias, para relaxar e aproveitar o calor. O problema é que a estação mais quente do ano também tem suas surpresas pouco agradáveis. E entre elas estão os fundos na pele, que aparecem em áreas do corpo onde há maior presença de queratina e de umidade, como no couro cabeludo e nas unhas.

Fungos na pele em todas as idades

Homens, mulheres, idosos e crianças. Não há quem esteja livre das ameaças dos fungos na pele no verão. A ação fúngica é potencializada pelo contato com a areia da praia, por exemplo, mas muito em razão do suor em regiões como mãos, pés e virilha. Dependendo do tipo de fungo envolvido, ele pode provocar infecções na pele, gerando coceira e vermelhidão.

fungos na pele

O que fazer para evitar fungos na pele

Se você quer manter a sua pele livre de fungos, é importante adotar algumas medidas preventivas. Em qualquer época do ano, fuja das micoses ao evitar locais como banheiros públicos, assim como compartilhar itens de uso comum, como luvas, botas e toalhas mal lavadas, especialmente.

Portadores de diabetes devem ter atenção especial ao risco fúngico, pois a doença deixa o sistema imunológico fragilizado. Por isso, pode acabar facilitando o contágio por fungos que afetam a pele.

No caso das crianças, é responsabilidade dos pais e demais familiares ficarem atentos aos cuidados de higiene, principalmente. Os pequenos são muito ativos e, em temporada de praias, há maior risco de infecção por fungos na pele a partir do contato com a areia e também em parques infantis, em especial onde os animais têm acesso.

Seja em você ou no seu filho, preste atenção ao surgimento de qualquer tipo de descamação na pele, coceira, bolhas ou mesmo mudanças na tonalidade. Esses podem ser sintomas da ação dos fungos e um médico dermatologista deve ser consutlado.

Existem muitos fungos que podem atingir a pele e provocar doenças diversas. Para tratar, de forma geral, são utilizados medicamentos antifúngicos, shampoos especiais, remédios de uso oral e também em sprays. Não se esqueça de que todos esses medicamentos devem ser utilizados sob prescrição médica.

Principais infecções causada por fungos

Candidíase

Conhecida popularmente como sapinho, é causada pelo fungo Cândida. Assim como outros fungos na pele, é um tipo oportunista que se manifesta principalmente em recém-nascidos e tem como características principais o surgimento de bolas brancas ao redor da boca, língua e lábios.

Pode ser tratada com antimicóticos e também prevenida com cuidados básicos, como lavar as mãos e ficar atento aos locais e materiais que são compartilhados.

Tinha

A umidade é um dos principais fatores que favorece o aparecimento de micoses na pele e pode afetar tanto crianças quanto adultos. A tinha se manifesta com perda de cabelo e descamação da pele na área afetada.

Em caso de infecção, procure um dermatologista que indicará o antifúngico de uso local que melhor se enquadra ao caso. Porém, quando a tinha se instala em todo o corpo, remédios por via oral devem ser ministrados.

Pé-de-atleta ou frieira

Aparece entre os dedos do pé com descamação, rachaduras e bolhas cheias de líquidos. A frieira é um dos fungos na pele mais comuns, desencadeado pelo acúmulo de umidade na região.

O tratamento deve ser feito ao longo de um mês com spray antimicótico. Pessoas que suam muito nos pés devem usar meias de algodão e talco para diminuir a umidade da área. Também é importante tirar o sapatos assim que chegar em casa para reduzir o aquecimento da região.

Pitiríase versicolor

Essa micose provoca descamação e pode apresentar cores mais claras ou escuras em sua manifestação. Tem maior ocorrência em locais onde a pele é mais oleosa, como no tórax e no couro cabeludo.

Se for uma pequena lesão, ela poderá ser tratada com antimicóticos e shampoos especiais, porque esse fungo também atinge o couro cabeludo.

Gostou das dicas de saúde para prevenir os fungos na pele? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
pele
doenças de pele
verão
saúde

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ