Especialidades

12/05/2015 08:12 - Atualizado em 29/11/2016 10:11

Entenda a importância do enfermeiro para a saúde

Dia Mundial do Enfermeiro, em 12 de maio, é oportunidade para homenagear esse profissional.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Quem nunca precisou diretamente ou teve um familiar que ficou aos cuidados de um enfermeiro ao longo da vida? Seja para aplicar aquela injeção quando éramos crianças ou para cuidar da nossa medicação durante uma passagem pelo hospital, o profissional é figura certa ao nosso lado para tranquilizar e orientar quanto aos procedimentos que visam a melhora da saúde.

No dia 12 de maio, comemora-se o Dia Mundial do Enfermeiro, em homenagem ao nascimento de Florence Nightingale, considerada a “mãe” da enfermagem moderna. Desde 1974, quando aprovada pelo Conselho Internacional de Enfermeiros, a data celebra a contribuição da categoria para a sociedade. Saiba mais sobre o papel do enfermeiro e por que a sua função é tão importante para todos.

enfermeiro

O que faz o enfermeiro?

Se você acha que o enfermeiro é só um auxiliar do médico, está enganado. Mais do que isso, ele é um profissional com suas competências bem definidas. Existem diversos tipos de trabalhadores da enfermagem, desde o assistente ao chefe de departamento.

Considerada a ciência que cuida do ser humano, na forma individual, familiar ou em comunidade, a enfermagem desenvolve seu trabalho de forma autônoma ou em equipes. O objetivo dos enfermeiros é prevenir, proteger, reabilitar e atuar na recuperação dos pacientes que estão sob seus cuidados.

O Brasil possui diversos cursos universitários de graduação em enfermagem. A formação se propõe a educar um profissional responsável para atuar em diferentes áreas da saúde, para a assistência, a administração, a academia e a gerência laboratorial ou hospitalar.

Depois de formado, o enfermeiro também pode trabalhar com atendimento domiciliar, na obstetrícia ou em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI). Para isso, além do curso de graduação, precisa se especializar em formações complementares.

Atualmente, os enfermeiros já somam 60% dos profissionais da área de saúde, sendo que mais de 80% deles trabalha no setor privado. Os dados sobre a enfermagem no Brasil mostram que existe 0,9 enfermeiro para cada mil habitantes. No entanto, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda 1 enfermeiro para cada 500 pessoas: ou seja, há muita demanda profissional ainda.

Indispensável em todos os setores de um hospital, o profissional de enfermagem pode trabalhar desde o atendimento individual à ala de psiquiatria. Ele coleta dados dos pacientes, realiza exames, faz entrevistas e pode dar alguns diagnósticos primários. Em geral, está ligado a uma equipe multidisciplinar que trabalha em conjunto com médicos e outros funcionários da saúde.

Os campos de atuação do enfermeiro

As áreas de atuação para quem opta pelo campo da enfermagem são bastante variadas. Na enfermaria geral, é formada uma equipe de chefes, técnicos e auxiliares de enfermagem para trabalhar no atendimento de pacientes.

A enfermagem geriátrica é responsável por atender idosos, estejam eles doentes ou não. Os cuidados com esse público acontecem em hospitais, clínicas, casas de repouso ou mesmo em domicílio.

No campo médico-cirúrgico, os enfermeiros atuam nos cuidados pré e pós-operatórios. Na obstetrícia, fazem o acompanhamento integral com as gestantes e lactantes, realizando o pré-natal e os exames necessários para o momento do parto e pós-parto.

Ainda existem os campos especializados em pediatria, psiquiatria, resgate e socorro, saúde pública, enfermagem do trabalho, ensino acadêmico, gestão de qualidade, gestão de projetos e pesquisa clínica. Ou seja, onde há saúde, haverá sempre um enfermeiro trabalhando pela nossa qualidade de vida.

Gostou das dicas? Então deixe um comentário! E não esqueça que você sempre encontra novidades aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
saúde coletiva
saúde pública
profissional de saúde
enfermagem

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ