Especialidades

21/03/2015 09:45 - Atualizado em 29/11/2016 11:25

Dia Internacional da Síndrome de Down: Saiba como lidar com ela

Comemorada em 21 de março, a data procura conscientizar a sociedade sobre a deficiência.

POR

Redação

  • +A
  • -A

No dia 21 de março se comemora o Dia Internacional da Síndrome de Down, com o objetivo de divulgar informações e conscientizar a população sobre essa condição genética. As pessoas com a deficiência possuem necessidades específicas, mas, com os cuidados e o apoio adequados, elas podem ter uma vida normal e com qualidade.

Apesar de conseguirem desenvolver capacidades e habilidades como outras pessoas sem deficiência, ainda existe preconceito devido à falta de conhecimento da sociedade. Por isso, o Dia Internacional da Síndrome de Down serve para esclarecer as dúvidas e mostrar a importância da inclusão.

dia internacional da sindrome de down

Saiba mais sobre o Dia Internacional da Síndrome de Down

A síndrome de Down ocorre devido a uma alteração genética produzida pela presença de um cromossomo a mais no par 21. Com isso, em vez de a pessoa nascer com duas cópias do cromossomo, ela nasce com três, ficando com um cromossomo 21 a mais em algumas ou todas as células.

A síndrome é considerada uma condição genética que causa deficiência intelectual, e não mental, como alguns pensam.

A data para celebrar o Dia Internacional da Síndrome de Down foi definida em alusão aos três cromossomos no par de número 21 (21/3). Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil possui cerca de 300 mil pessoas com a deficiência, equivalendo a um entre 800 recém-nascidos.

As pessoas com síndrome de Down possuem algumas características físicas semelhantes entre si, como olhos amendoados, baixo tônus muscular, pescoço mais largo, maior propensão a algumas doenças e deficiência intelectual. Em geral, as crianças são menores em tamanho e seu desenvolvimento físico e mental são mais lentos.

dia internacional da sindrome de down

A vida de uma pessoa com síndrome de Down

O Dia Internacional da Síndrome de Down lembra da importância do apoio ao desenvolvimento das pessoas com a deficiência. É fundamental que os pais e familiares das crianças com Down estimulem o aprendizado e proporcionem condições adequadas para que elas possam levar uma vida normal, sem restrições ou preconceitos.

A Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência foi aprovada em 2008, no Brasil, tornando-se uma norma constitucional. A diretriz aponta que cabe ao Estado e à sociedade buscar formas de garantir os direitos de todas as pessoas com deficiência, em igualdade de condições com os demais.

Pâmela Andrade, gaúcha de 30 anos, é exemplo, quando se trata de superação das limitações da síndrome de Down. Ela é a primeira modelo plus size com a trissomia 21, provando que é possível ter uma vida normal e realizar sonhos mesmo com a deficiência.

Além de ser formada no curso profissionalizante de modelo e manequim, Pâmela faz todas as tarefas domésticas, gosta de assistir a televisão, navega na internet, pinta telas e faz curso de culinária. Ela aprendeu a ler e a escrever quando era criança e atualmente possui um noivo, com quem pretende se casar em breve.

Gostou das dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
deficiência
deficiência intelectual
síndrome de down
datas comemorativas

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ