Especialidades

29/10/2014 10:37 - Atualizado em 06/12/2016 03:26

Dia 29 de outubro é o dia mundial da psoríase: Entenda mais sobre a doença

A psoríase ainda causa constrangimento e preconceito, por isso é importante conhecê-la melhor.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Dia 29 de outubro é o dia mundial da psoríase, doença pouco conhecida mas que pode ser grave à saúde. 

A psoríase é uma doença que atinge a pele, não contagiosa, crônica e inflamatória. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a OMS, a doença atinge 1 a 2% da população mundial, ou seja, 60 a 120 milhões de portadores. 

psoríase

O preconceito e o constrangimento em relação à doença influenciam extremamente na vida do paciente de psoríase. Uma pesquisa, realizada pela Psoríase Brasil – principal associação de apoio aos pacientes com psoríase– revela como o desconhecimento da população impacta na vida dos pacientes:

para 84% dos pacientes, as pessoas ao seu redor mudaram após o aparecimento dos sintomas;

56% dos pacientes contam que outras pessoas já se recusaram ou demonstraram insatisfação em fazer atividades próximas a eles, muitas ou algumas vezes, como sentar no mesmo banco do ônibus; compartilhar a mesa do refeitório; e usar a piscina;

82% dos pacientes mudaram a rotina para evitar constrangimentos provocados pela doença;
a “vaidade e autoestima” é a área da vida mais afetada, atingindo 81% dos pacientes, seguida por lazer (63%); trabalho/escola (45%); relacionamento com parceiro(a) (35%); relacionamento com amigos (30%);

a doença interfere na vida sexual de 39% dos pacientes brasileiros – enquanto dados globais giram em torno de 27%4;

a psoríase também já inibiu 73% dos pacientes de ir à praia, ao salão de beleza, ao restaurante ou de sair com amigos;

e 90% dos pacientes acreditam que se as pessoas conhecessem mais a doença, seu dia a dia seria mais fácil.

Sintomas da psoríase 

Dentre os sintomas desta  doença de pele, podemos citar a descamação de pele, coceira, manchas avermelhadas, articulações inchadas. A psoríase é comum mas atinge a qualidade de vida do paciente.

Existem diversos tipos de psoríase, classificados de acordo com a localização e características das lesões, porém a forma em placas é a mais comum, atingindo de 80 a 95% dos pacientes.  30% dos pacientes apresentam comprometimento articular - artrite psoriásica-, que atinge as pontas dos dedos das mãos e dos pés e as grandes articulações como a do joelho, causando dor e inchaços.Um terço dos pacientes com psoríase em placas é diagnosticada como moderada à grave, que é difícil de tratar Esta classificação é feita quando mais de 10% do corpo do paciente é atingido pela doença ou quando afeta partes sensíveis do corpo, como mãos e pés, impactando diretamente a vida do paciente.

psoríase

Tratamento possível

A psoríase não tem cura, mas com o tratamento adequado é possível conviver com a doença. Para os pacientes em que a doença se manifesta de uma forma moderada, a hidratação local, a exposição ao sol e aplicação de medicação local ( receitada pelo seu médico dermatologista) são indicadas ( as pomadas de alcatrão mostraram ser eficazes também). Já para casos mais graves, a medicação oral é a mais recomendada. Esta será receitada pelo seu médico.

Gostou do texto? Deixe seu comentário e compartilhe sua experiência em nosso fórum.  

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ