Especialidades

21/06/2015 08:05 - Atualizado em 22/11/2016 01:32

Descubra se asma tem cura e veja como tratar a doença

Os sintomas podem ser controlados com o passar do tempo e um tratamento adequado.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Em 21 de junho, é celebrado o Dia Nacional do Controle da Asma, que tem como objetivo divulgar informações sobre o diagnóstico e o combate ao problema. A doença é crônica e diversos fatores contribuem para desencadear as crises. Porém, existem tratamentos para aliviar os sintomas e, em alguns casos, a asma tem cura de forma parcial.

Além de medicamentos que ajudam a desobstruir os brônquios e facilitar a respiração, alguns cuidados também servem para controlar e diminuir a incidência dos sintomas. Manter hábitos saudáveis e consultas regulares com o médico são precauções fundamentais. Entenda melhor.

asma tem cura

Como surge a asma

Segundo a Organização Mundial da Saúde, cerca de 300 milhões de pessoas sofrem de asma no mundo. A doença afeta uma em cada cinco crianças brasileiras, e é a quarta principal causa de hospitalização no país. É causada por uma inflamação nos brônquios, que, na maioria das vezes, tem origem alérgica.

Além de dificultar a respiração e provocar falta de ar, a condição também causa tosse seca, chiado e opressão no peito. Alguns fatores contribuem para o desencadeamento das crises, como gripes e resfriados, mudança abrupta de temperatura e agentes irritantes ou alérgicos, como pólen, mofo, poeira, fumaça de cigarro, poluentes do ar, gases químicos e inseticidas.

Estresse emocional e a prática de exercícios vigorosos também podem agravar os sintomas.

A asma pode se desenvolver em pessoas de qualquer idade ou sexo. Porém, na maioria dos casos, é diagnosticada durante a infância e a hereditariedade contribui com o surgimento, sendo comum a manifestação em pessoas da mesma família.

asma tem cura

Saiba se asma tem cura

O tratamento para asma deve ser indicado por um pneumologista para que o profissional possa adequar o tipo de procedimento e os remédios para cada caso. Existem medicamentos para controlar a doença ao longo do tempo, e outros para aliviar rapidamente as crises.

Os tratamentos a longo prazo melhoram a inflamação crônica do trato respiratório, evitando o surgimento de sintomas. Em alguns casos, a asma tem cura de forma parcial e por meio do controle contínuo.

A doença não é eliminada completamente, mas os sintomas podem melhorar ao longo do tempo e, com o tratamento adequado, é possível impedir as crises. Para isso, é importante seguir alguns cuidados e manter hábitos saudáveis. Confira:

- Não fume e nem respire a fumaça de outros fumantes. Quem tem asma ou histórico familiar deve evitar qualquer contato com o tabagismo.

- Saiba identificar os sinais iniciais de uma crise para, assim, tomar as medidas necessárias para controlar os sintomas e evitar que se agravem.

- Pratique atividades físicas regularmente, mas cuidado para não cometer excessos. Um médico especialista pode indicar a melhor forma de se exercitar sem que a doença limite sua vida. Caminhada e natação são boas opções para melhorar o condicionamento físico e aumentar a capacidade respiratória.

- Evite mudanças abruptas de temperatura.

- Previna-se adequadamente de gripes e resfriados.

- Beba bastante água durante o dia, pois o líquido ajuda a diluir a secreção brônquica e facilita a expectoração.

- Use broncodiltadores ou outros medicamentos prescritos por um profissional e evite remédios caseiros. Inaladores orais podem ser muito eficientes.

- Mantenha o seu médico sempre informado sobre a frequência e gravidade das crises, detalhando qualquer sintoma diferente.

Como você lida com a asma? Deixe um comentário! E aproveite para conferir mais dicas de saúde aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
respiração
sintomas da asma
cura da asma
bronquite

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ