Especialidades

12/01/2016 02:00 - Atualizado em 20/11/2016 11:56

Conheça os últimos avanços no tratamento do câncer

Os procedimentos estão cada vez menos agressivos, diminuindo os efeitos colaterais e aumentando as chances de cura.

POR

Redação

  • +A
  • -A

De acordo com a estimativa do Ministério da Saúde e do Instituto Nacional do Câncer (Inca), cerca de 570 mil novos casos da doença são diagnosticados por ano. Os tipos mais comuns são os de pele, de próstata, de mama, de intestino e de pulmão. Apesar da alta incidência, o tratamento do câncer teve importantes avanços nos últimos anos.

Há 50 anos, o índice de mortalidade da doença era de 70%. Hoje já é menor que 50%. Mesmo ainda sendo difícil, o tratamento está cada vez menos agressivo, diminuindo os efeitos colaterais causados e aumentando as chances de cura e a qualidade de vida dos pacientes.

médico com paciente fala sobre tratamento do câncer

Opções de tratamento do câncer

A quimioterapia é um dos principais tipos de tratamento do câncer, tendo evoluído muito nos últimos anos. Algumas medicações já não causam mais os temidos efeitos colaterais, como queda de cabelo, náuseas e diarreia. Existem variações de quimioterapia, com medicamentos bem específicos para as características da doença e as avaliações do médico.

Outro avanço da técnica é a terapia alvo, em que os medicamentos administrados agem apenas nas células doentes, sem afetar as saudáveis.

Na radioterapia, a modernização dos aparelhos possibilitou que a técnica seja feita apenas na área afetada pelo câncer, poupando as outras estruturas. Esse tratamento localizado diminuiu os efeitos colaterais e aumentou a qualidade de vida dos pacientes, além de permitir o uso de doses maiores de radiação, elevando a possibilidade de cura.

Os avanços tecnológicos também contribuíram para o surgimento da cirurgia robótica, tornando os procedimentos menos invasivos e mutiladores. Hoje em dia, a paciente que precise retirar a mama para o tratamento do câncer já pode realizar a reconstrução do seio na mesma intervenção.

Saiba Mais
Veja o que é preciso para vencer o câncer de próstata
Mastectomia preventiva: Quando retirar os seios é opção
Saiba como surgem e se manifestam os diferentes tipos de câncer

Além disso, a busca pelo diagnóstico precoce também possibilitou o aumento das chances de cura das doenças. O Ministério da Saúde lançou um programa chamado Rastreamento do Câncer, em que é indicado realizar os exames de diagnóstico mesmo quando não haja qualquer sintoma de doença.

A mamografia, que deve ser feita por todas as mulheres a partir dos 50 anos, e o exame de próstata, indicado para homens com mais de 45 anos, são exemplos. Isso permite a detecção precoce de tumores, aumentando as chances de cura. No caso do tumor de mama, a possibilidade de eliminação da doença é de mais de 90%, quando diagnosticada nos estágios iniciais.

Outro avanço importante no tratamento do câncer é a realização do mapeamento genético do paciente, que permite identificar com precisão quais são as drogas que funcionarão melhor para cada caso. Ainda, é possível identificar a dosagem de medicação mais adequada.

Prevenção ainda é o melhor caminho

Apesar dos últimos avanços no tratamento do câncer, a melhor chance de cura da doença ainda é o diagnóstico precoce.

Para isso, o Inca indica uma série de cuidados preventivos. Entre eles está manter uma alimentação saudável e equilibrada, não fumar, praticar atividades físicas diariamente, controlar o peso, evitar a ingestão de bebidas alcoólicas, proteger-se dos raios solares e realizar os exames preventivos periodicamente, conforme indicação médica.

TAGS
tipos de câncer
quimioterapia
radioterapia
mastectomia

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ