Especialidades

22/12/2014 02:31 - Atualizado em 04/12/2016 06:51

Conheça os sintomas e como tratar a dermatite atópica

Dermatite atópica é uma doença crônica que pode ter os efeitos intensificados nos dias quentes.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A dermatite atópica é um dos tipos mais comuns de doenças de pele. Também conhecida como eczema atópico, ela é considerada uma condição crônica, que apresenta erupções com bastante coceira e formação de crostas, principalmente nas dobras dos braços e da parte de trás dos joelhos. Com a chegada do verão e o aumento das temperaturas, seus sintomas podem se agravar.

Ela pode também se manifestar junto com a asma ou rinite alérgica, o que dificulta a identificação de sua causa. Acredita-se que uma combinação de pele seca e sensível com o mau funcionamento do sistema imunológico possa estar entre as motivações mais prováveis.

Alguns médicos defendem que a dermatite atópica possua uma base genética, com as causas desse tipo de eczema ligadas às mesmas que provocam as duas doenças respiratórias. Mas como nem todas as pessoas com a condição apresentam também histórico de asma ou rinite - e nem o contrário acontece -  é importante ressaltar que a ligação pode estar presente apenas em alguns grupos.

dermatite atopica

Conheça os sintomas da dermatite atópica

A dermatite atópica é caracterizada por deixar algumas partes da pele muito secas, com um prurido que evolui para lesões escoriadas, além de outros sintomas. Veja quais são os principais:

- Secreção ou sangramento nas orelhas

- Áreas da pele que esfolam devido à coceira

- Alterações na cor da pele em pequenas regiões pelo corpo

- Pele mais clara ou escura que o seu tom normal sem motivo aparente

- Vermelhidão ou inflamação da pele ao redor das feridas

- Áreas espessas ou parecidas com couro, que podem ocorrer após períodos prolongados de irritação e coceira.

Diagnóstico e tratamento da dermatite atópica

Não existe um exame específico para diagnosticar a dermatite atópica. Pr isso o diagnóstico deve ser feito por um médico dermatologista, a partir do exame da pele e levando em consideração o histórico médico e familiar do paciente.

É preciso ficar atente aos principais fatores que podem indicar a dermatite atópica e que devem ser esclarecidos ao médico: coceira na pele que atrapalha o sono e as atividades cotidianas, suspeita de infecção na pele e histórico de alergia ou asma.

O tratamento da doença é feito geralmente à base de medicamentos. Os anti-histamínicos, tomados por via oral, servem para amenizar a coceira característica do eczema. Alguns deles podem causar alguma sonolência. No entanto, eles ajudam a diminuir a coceira durante o sono, um dos piores sintomas causados pela dermatite.

A maioria das lesões da dermatite atópica, porém, pode ser tratadas com medicamentos de uso local, que são colocados diretamente sobre a pele ou no couro cabeludo do paciente. Os mais receitados são cremes ou pomadas suaves de cortisona (ou esteroide), cuja concentração varia de acordo com o local ou o tipo de lesão a ser medicado.

Em último caso, podem ser indicados antibióticos e imunossupressores orais para tratar lesões mais graves que tenham causado infecção na pele.

Gostou das dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
pele
saúde da pele
dermatite
beleza

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ