Especialidades

14/04/2015 07:34 - Atualizado em 03/12/2016 11:37

Conheça os sintomas do refluxo gastroesofágico

Maus hábitos alimentares estão entre as principais causas da doença digestiva.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Sentir azia e mal-estar frequentemente após as refeições pode ser um sinal de refluxo gastroesofágico. Esses são os principais sintomas da doença, que se caracteriza por uma falha do sistema digestivo. O suco gástrico, em vez de passar pelo estômago e continuar o processo digestivo normalmente, retorna pelo esôfago.

Com tratamentos medicamentosos e alguns cuidados com a alimentação, é possível controlar o problema e evitar possíveis complicações dos sintomas. É importante sempre procurar um médico nos primeiros sinais do refluxo para garantir mais saúde e qualidade de vida.

refluxo gastroesofagico

Como identificar o refluxo gastroesofágico

O refluxo gastroesofágico é uma doença digestiva em que os ácidos presentes no estômago voltam pelo esôfago, em vez de seguirem o processo da digestão. Nesse caso, tudo o que a pessoa come e bebe e até mesmo o suco gástrico usado na digestão podem retornar em forma de refluxo, irritando os tecidos que revestem o esôfago.

Alguns fatores de risco contribuem para o surgimento do refluxo gastroesofágico, como obesidade, gravidez, hérnia de hiato, tabagismo, ressecamento bucal, asma, diabetes, esclerodermia e outros distúrbios do tecido conjuntivo.

Outro aspecto que influencia o problema são os hábitos alimentares, pois alguns tipos de alimentos e bebidas, quando consumidos em excesso, contribuem para o refluxo.

Os principais sintomas que a doença manifesta são azia, dor no peito, dificuldade para engolir, tosse seca, rouquidão, dor de garganta, regurgitação, inchaço na garganta, náusea após refeições e sensação de que o alimento ficou preso na garganta.

Outra forma de identificar o problema é que os sintomas costumam aumentar quando a pessoa se curva, inclina-se para a frente, fica deitada ou come. Em geral, as sensações também são piores durante a noite, principalmente antes de dormir.

Tratamentos e prevenção do refluxo gastroesofágico

Na maioria das vezes, o refluxo gastroesofágico é controlado apenas com mudanças no estilo de vida e com o uso de medicamentos. Com exames e acompanhamento médico, serão indicados os tratamentos adequados, além de um cardápio saudável e outros hábitos que ajudem no combate à doença.

Antiácidos podem ser indicados, ou também o uso de medicamentos para reduzir ou impedir a produção de suco gástrico no estômago, ajudando na cicatrização do esôfago. Em casos mais graves, é feita uma intervenção cirúrgica ou ainda terapia por meio de endoscopia, procedimento em que um tubo flexível é passado pela boca até o estômago.

Os principais cuidados alimentares são manter uma dieta saudável e balanceada, comer devagar e em porções menores e evitar o consumo de alimentos e bebidas que possam contribuir para a azia. É o caso da cafeína e de bebidas gasosas, chocolate, frutas e sucos cítricos, tomates, alimentos picantes ou gordurosos, derivados de leite integral, menta e hortelã.

Além disso, é indicado não deitar logo após as refeições, dormir com a cabeça mais elevada, beber muita água, evitar o fumo e o consumo exagerado de bebidas alcoólicas e reduzir os níveis de estresse. Com essas medidas, as pessoas que sofrem com o refluxo gastroesofágico podem controlar os sintomas e ter mais qualidade de vida.

Gostou das dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça que sempre tem novidade aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
refluxo
sistema digestivo
azia
regurgitação

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ