Especialidades

11/07/2015 11:39 - Atualizado em 05/12/2016 05:41

Conheça os diferentes tipos de dermatite

As dermatites de contato, seborreica e atópica atingem a pele de maneiras diferentes.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você já sentiu coceira, ardor ou vermelhidão e viu bolinhas e manchas se espalharem em sua pele? Saiba que esses são sinais de alguns tipos de dermatite, mas que podem ser confundidos, se não forem diagnosticados corretamente.

A inflamação na pele surge por motivos genéticos ou é desencadeada por agentes externos, como alergias, situações de estresse emocional e cansaço, clima frio e até excesso de oleosidade na pele. Saiba mais sobre os sintomas e como prevenir as dermatites.

tipos de dermatite

Conheça os tipos de dermatite

Dermatite de contato

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), existem dois tipos de dermatite de contato: a irritativa e a alérgica. A primeira é causada por substâncias ácidas ou alcalinas, como sabonetes, detergentes e solventes. Lesões na pele aparecem assim que o paciente entra em contato com o agente causador.

A dermatite alérgica de contato somente dá sinais após seguidas exposições a um produto ou substância química. As infecções podem levar meses ou anos para se manifestar. Em geral, é causada pelo contato com produtos de uso diário, como perfumes, cremes hidratantes e esmaltes de unha.

Além disso, plantas, níquel, medicamentos, cosméticos, roupas e tecidos sintéticos, adesivos, cimento, óleos e tinta de parede podem ser desencadeadores dos tipos de dermatite de contato.

A dermatite alérgica provoca uma erupção vermelha no local de contato, em geral após 24 ou 48 horas da exposição. A lesão pode ser inchada e com pequenas bolhas quentes ou crostas espessas.

A dermatite irritante deixa a pele seca, vermelha e áspera. Ainda, fissuras podem se formar na região, com coceira e sensação de dor e queimação.

Dermatite seborreica

De acordo com a SBD, é uma inflamação na pele que causa escamação e vermelhidão em algumas áreas da face, como sobrancelhas e cantos do nariz, do couro cabeludo e do colo. É um dos tipos de dermatite crônicos, pois apresenta períodos de melhora e piora dos sintomas.

As lesões podem ter origem genética ou ser desencadeadas por alergias, situações de cansaço ou estresse emocional e clima frio. De forma geral, pessoas com dermatite seborreica apresentam oleosidade na pele e no couro cabeludo, caspa, escamas amareladas que são oleosas e ardem, coceira, leve vermelhidão na área e possível perda de cabelo.

Dermatite atópica

Também de caráter crônico, a dermatite atópica é uma inflamação da pele com causas não totalmente conhecidas, sendo multifatorial. Dentre os tipos de dermatite, essa é uma das mais comuns, sendo caracterizada por lesões avermelhadas que coçam, descamam e, às vezes, ficam úmidas.

Em bebês, as marcas surgem predominantemente na face e nas superfícies externas dos braços e das pernas. Em crianças maiores e nos adultos, as lesões atingem principalmente as dobras do corpo, como as dos joelhos, dos cotovelos e do pescoço.

Alguns fatores são desencadeantes da dermatite atópica, como poeira, produtos de limpeza, roupas de lã, baixa umidade do ar, calor, transpiração e estresse emocional.

tipos de dermatite

Tratamento e prevenção dos tipos de dermatite

Na dermatite de contato, o tratamento depende da extensão e da gravidade do quadro, o que pode demandar o uso de medicamentos via oral ou injetáveis. Cremes ou pomadas de corticosteroides também são utilizadas para reduzir a inflamação da pele.

Para a dermatite seborreica, o tratamento precoce é importante e pode ser iniciado com a lavagem dos locais atingidos. Deve-se interromper o uso de sprays, pomadas e géis para o cabelo, chapéus ou bonés e shampoos que contenham ácido salicílico, alcatrão, selênio, enxofre e zinco.

A primeira ação para conter a dermatite atópica é evitar banhos muito quentes, restringir o sabonete somente a axila, pés e genitais e hidratar de forma intensiva a pele.

Para todos os casos, não se automedique ou busque soluções duvidosas que agravem seu quadro. Procure imediatamente seu dermatologista.

Já consegue diferenciar os tipos de dermatite? Deixe um comentário! E aproveite para conferir mais dicas de saúde aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
alergia
pele
dermatites
tratamento para dermatite

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ