Especialidades

17/02/2016 11:54 - Atualizado em 19/11/2016 08:36

Cientistas usam radioatividade para exterminar o Aedes aegypti

Estratégia utiliza a energia nuclear para tornar os insetos estéreis, impedindo a reprodução.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A luta contra o mosquito Aedes aegypti continua. Agora, cientistas da Fiocruz, em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco, decidiram utilizar radioatividade para esterilizar os mosquitos machos.

A nova estratégia, que ainda está em fase de testes, tem o objetivo de diminuir a reprodução desses insetos. Até o momento, foram 36 mil mosquitos estéreis soltos na vila da Praia da Conceição, em Fernando de Noronha.

mosquito aedes aegypti em tubo de ensaio após radioatividade

Radioatividade contra o Aedes aegypti

Responsável pela transmissão de doenças como dengue, febre chikungunya e zika vírus, o mosquito Aedes aegypti virou alvo prioritário na comunidade nacional. Nessa estratégia que utiliza radioatividade, os insetos são submetidos à radiação gama, cuja fonte é o Cobalto 60.

Esse processo ocorre quando os animais ainda estão na fase de pupa, a última etapa antes da vida adulta. Segundo os pesquisadores, 48 segundos de exposição à energia nuclear são suficientes para tornar os machos inférteis. Além disso, os cientistas afirmam que esse processo não afeta outros aspectos da sobrevivência, como longevidade e desempenho no acasalamento.

A fêmea do mosquito pode produzir até 500 ovos após um único acasalamento e espalhá-los ao longo de 30 dias. Quando o processo ocorre com machos estéreis, o ovo não forma embrião, impedindo a reprodução e, assim, diminuindo a quantidade de novos insetos na natureza.

Os estudos utilizando radioatividade estão sendo feitos desde 2013. Segundo a empresa à frente das pesquisas, já houve uma redução de 70% na densidade populacional do Aedes aegypti. Nessa fase, os pesquisadores escolheram um ambiente isolado na ilha de Fernando de Noronha, o que proporcionaria mais condições de controlar o experimento.

Outras formas de combater o mosquito

A sociedade tem um importante papel no combate ao Aedes aegypti. Enquanto os pesquisadores não encontram uma maneira definitiva para acabar com o inseto, pequenas ações no dia a dia fazem a diferença na luta contra o mosquito. Abaixo você confere alguns bons hábitos que protegem a sua família e a sua comunidade:

- Coloque areia no prato dos vasos de plantas

- Procure manter os ralos limpos, usando água sanitária e desinfetante

- Descarte com tampa qualquer objeto que possa acumular água, como potes, garrafas e latas

- Mantenha os sacos de lixo bem fechados, impossibilitando a entrada e o acúmulo de água da chuva

- Entregue pneus velhos ao serviço de limpeza urbana

- Troque diariamente a água dos bebedouros de seus animais e limpe bem os reservatórios

- Mantenha caixas d'água, tonéis e outros depósitos de água bem fechados

- Preencha depressões do terreno com areia ou pó de pedra para evitar poças de água parada

- Limpe as calhas da casa com frequência.

Alerte vizinhos, amigos e familiares sobre a importância de eliminar qualquer foco de água parada. Esse é o tipo de ambiente que o mosquito escolhe para se proliferar.

Mas será que os testes com radioatividade no Aedes aegypti podem dar resultado? Deixe sua opinião nos comentários! E aproveite para acompanhar as dicas de saúde e bem-estar do Vivo Mais Saudável.

TAGS
zika
mosquito da dengue
energia nuclear
fernando de noronha

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ