Especialidades

07/11/2015 12:26 - Atualizado em 07/12/2016 02:36

Ascaridíase: Previna-se dessa doença tropical

A doença é uma das parasitoses intestinais mais comuns no mundo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A ascaridíase é uma das parasitoses intestinais mais frequentes em todo o planeta. Em 2008, a Organização Mundial de Saúde (OMS) estimou que mais de 980 milhões de pessoas no mundo estariam infectadas por esse agente, que acomete principalmente crianças em idade escolar.

Por na maioria das vezes ser assintomática, a doença é dificilmente diagnosticada e cada vez mais transmitida. Para reverter essa situação, a melhor forma de combater o problema é por meio da prevenção, adotando medidas básicas no dia a dia.

criança com ascaridíase se consultando com médica

O que é ascaridíase

A ascaridíase é uma verminose - ou lombriga, como é mais conhecida popularmente - causada por um parasita chamado Ascaris lumbricoides. Estima-se que aproximadamente 25% da população mundial possua esse parasita.

Considerada a verminose intestinal humana mais disseminada no mundo, a contaminação da doença acontece pela ingestão dos ovos do parasita, geralmente encontrados no solo, na água, nos alimentos e em mãos que estiveram em contato anteriormente com fezes humanas contaminadas. Se os ovos encontram um meio favorável, podem contaminar durante vários anos.

A ascaridíase está presente no planeta todo, mas principalmente em países de clima tropical e subtropical. Alguns fatores de risco que contribuem para a doença são saneamento básico precário ou ausente, más condições de higiene e a utilização das fezes como adubo.

Saiba Mais
Cisticercose: Má conservação dos alimentos pode causar infecção
Barriga inchada pode ser sinal de vermes
Saiba o que é uma superbactéria e como se prevenir

Na maioria dos casos, as infecções são assintomáticas, ou seja, não manifestam sintomas. A larva se libera do ovo no intestino, penetra a mucosa e por via venosa alcança o fígado, o pulmão e, consequentemente, a árvore brônquica. Junto com as secreções respiratórias, é deglutida e atinge o intestino novamente, onde cresce e chega ao tamanho adulto.

O aparecimento de sintomas pode ocorrer dependendo do órgão atingido. Devido ao espalhamento das larvas, sinais como febre, dor de barriga, diarreia, náuseas, falta de apetite, bronquite, pneumonia, convulsões e esgotamento físico e mental podem surgir.

Quando há grande número de vermes, pode haver ainda um quadro de obstrução intestinal. A larva pode contaminar as vias respiratórias, causando tosse, catarro com sangue ou crise de asma. Se uma larva obstruir o colédoco (canal do fígado), pode haver icterícia obstrutiva. Um único hospedeiro pode apresentar até 600 parasitas.

Como tratar e prevenir a doença

O diagnóstico da ascaridíase é feito pelo exame de fezes, onde se encontram os ovos do parasita. Para o tratamento, o médico geralmente indica medicamentos específicos para erradicar a larva do organismo humano, todos administrados por via oral.

A melhor forma de combater a ascaridíase é por meio de medidas preventivas. A principal delas é consultar um médico periodicamente para avaliar o estado geral da saúde. Além disso, hábitos básicos como lavagem das mãos antes de comer e após o uso do banheiro, lavagem de frutas e verduras com água corrente e consumo apenas de água tratada são essenciais.

Um saneamento básico adequado também é de extrema importância para evitar qualquer tipo de contaminação. O tratamento adequado e completo de todos os portadores da doença é necessário para diminuir os índices de contágio.

O que achou do artigo? Conte para nós! E continue de olho nas dicas de saúde do Vivo Mais Saudável.

TAGS
saneamento básico
higiene
parasita
lombriga

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ