Criança

10/09/2015 07:02 - Atualizado em 17/12/2016 10:49

Veja os perigos que mochilas escolares podem esconder

Fisioterapeuta alerta sobre a importância de supervisionar o peso carregado pelas crianças.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O ano letivo é época para aprender, brincar e crescer. Porém, o que muitos pais não percebem é o peso que as crianças carregam nas mochilas escolares durante o percurso até a escola e como isso pode prejudicar a saúde.

A recomendação médica é para que ninguém - criança, adolescente ou adulto - carregue peso superior a 10% do peso corporal. Estudos recentes revelam que a maioria das crianças em idade escolar não atinge essa recomendação e transporta uma carga superior à desejada.

mochilas escolares menino indo para a escola

Consequências do peso excessivo

O fisioterapeuta do Hospital Israelita Albert Einstein Felipe Gambetta Carmona explica que o constante excesso de peso carregado de forma incorreta, principalmente pelas crianças, pode causar consequências sérias.

Alguns dos problemas citados são vícios posturais, dores musculares, fadiga, sobrecarga estrutural - como hipercifose e escoliose -, deformidades ósseas e até problemas no crescimento.

Segundo o fisioterapeuta, ao comprar uma nova mochila, é importante que os pais atentem ao peso do acessório, que, na maioria das vezes, já está discriminado na etiqueta. Mochilas mais simples, sem grandes detalhes, costumam ser mais leves e, assim, mais fáceis de transportar.

"Além disso, deve-se ficar atento ao que será colocado dentro - de preferência, apenas o material que será usado naquele dia. Quando possível, as mochilas com rodas são boas opções, mas também é importante ficar atento à quantidade de material inserido nesses modelos", orienta.

Saiba Mais
Economize na lista de material escolar! Confira sugestões
Indisciplina escolar: Como corrigir o comportamento do seu filho
Hiperatividade infantil prejudica o desempenho escolar

Cuidados importantes com as mochilas escolares

O fisioterapeuta traz algumas recomendações importantes para evitar as consequências do peso das mochilas escolares. Confira as dicas e garanta mais saúde para seus filhos:

- A mochila não deve estar nem muito para cima, sobrecarregando os ombros, nem muito para baixo, fazendo com que a criança se curve. O ideal é que a borda superior esteja no nível do ombro e a borda inferior, na direção da região lombar

- Os livros e cadernos maiores e mais grossos devem ser alocados no compartimento central da mochila, potencializando o contato com as costas da criança

- Um hábito bastante comum entre as crianças e extremamente perigoso é carregar a mochila em um único ombro. O fisioterapeuta reitera a importância de distribuir o peso nas duas alças e evitar a sobrecarga em apenas uma região

- Alças acolchoadas reduzem o impacto, além de promover maior conforto

- Muitas vezes ignorado, o cinto abdominal pode ser bastante benéfico. Ele ajuda que a mochila fique bem próxima ao corpo, evitando que o peso puxe a criança para trás.

Você costuma verificar o peso da mochila dos seus filhos? Alerte outros pais a respeito da importância dessa supervisão. Garantir que as crianças carreguem a quantidade aceitável de peso durante a semana faz com que o desenvolvimento dos pequenos seja muito mais saudável.

Gostou do artigo? Deixe seu comentário! E aproveite para conferir mais dicas de saúde e orientação infantil aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
escoliose
problemas de postura
vida escolar
peso corporal

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ