Criança

22/08/2015 08:49 - Atualizado em 30/11/2016 10:36

Tosse e chiado no peito indicam bronquiolite: Veja como tratar

Acometendo principalmente crianças pequenas, inflamação precisa de cuidados médicos imediatos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A bronquiolite é uma inflamação da mucosa do trato respiratório inferior, geralmente de etiologia viral. O vírus mais frequentemente envolvido é o Vírus Sincicial Respiratório (VSR).

"Na verdade, qualquer vírus, incluindo os Influenza, pode ser responsável pela doença. É provavelmente a causa mais comum de internação de crianças de até 2 anos de idade", afirma Dr. Isis Dulce Pezzuol, médica pediatra.

bebe com bronquiolite

Sintomas e diagnóstico da bronquiolite

A médica explica que, como em todas as viroses, o vírus é pego no ar, em contato com pessoas adoentadas ou, até mesmo, pela transmissão por partículas de saliva. O início é abrupto, com sintomas respiratórios comuns como coriza, tosse e espirros. Eles evoluem gradativamente para falta de ar e respiração rápida.

O diagnóstico da bronquiolite é clinico, baseado num exame chamado oximetria. O grupo de maior risco são os lactentes nascidos com baixo peso (menor do que 2,5 quilogramas) e os prematuros. "Esse grupo, em especial, pode ter apneia", adiciona Dr. Isis.

Alguns desafios no diagnóstico dessa doença envolvem a rapidez do início dos sintomas, assim como a falta de clareza do raio X ou do hemograma. "O uso de antibióticos e de corticoides não é indicado e não abrevia o quadro", alerta a médica.

Medidas de suporte de hidratação, fisioterapia respiratória e oxigenação são indicadas no tratamento da bronquiolite. Porém, o quadro tem sua evolução entre três e sete dias e, eventualmente, internação em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) torna-se necessária.

Como proteger os pequenos

A médica pediatra explica que algumas atitudes benéficas para manter a criança longe da bronquiolite envolvem deixar os ambientes arejados e usar medicações como o Oseltamivir após os 6 meses de vida do pequeno. Porém, isso só ocorre se o vírus responsável for Influenza, que representa apenas uma parcela dos doentes.

[[saiba_mais]]

"A partir dos seis meses, associar à vacinação Influenza sazonal", orienta Dr. Isis.

Vacinação específica para Vírus Sincicial Respiratório não previne, mas evita as formas mais graves na população de maior risco - crianças com baixo peso, cardiopatias congênitas ou doença pulmonar crônica da prematuridade. Essa vacina é fornecida pelo SUS por um protocolo de solicitação específico.

Segundo o pneumologista pediátrico Nolberto Ludwig Neto, outra maneira de prevenir a bronquiolite, em casos de criança prematura ou com alguma doença crônica, é o uso de anticorpos injetáveis. O procedimento ocorre mensalmente, especialmente nos meses de inverno, até os 2 anos de idade.

A bronquiolite é uma doença bastante comum, mas os primeiros sintomas não devem ser ignorados. Buscar ajuda médica é essencial para que o problema não tome maiores proporções. Informe-se com o pediatra sobre outras atitudes que previnam a doença e garanta mais saúde para os pequenos!

Gostou das dicas? Então deixe um comentário! O Vivo Mais Saudável quer saber a sua opinião.

TAGS
sintomas respiratórios
doença viral
prematuro
recém-nascido

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ