Criança

10/11/2015 02:16 - Atualizado em 01/12/2016 03:27

Previna problemas intestinais no seu bebê

Alimentação saudável e hidratação são maneiras simples de prevenir diversas doenças.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Diarreia, prisão de ventre e dores na barriga são traços clássicos dos problemas intestinais. Eles muitas vezes são a reação do organismo para indicar que algum alimento não foi bem aceito. O que poucos pais sabem, porém, é que esses sintomas também podem representar alterações emocionais na criança.

Segundo a gastroenterologista pediátrica Soraia Tahan, do Centro de Especialidades Pediátricas do Hospital Samaritano, de São Paulo, essas manifestações são "uma reação emocional do próprio corpo ao lidar com mudanças. Isso ocorre porque o sistema nervoso do intestino, chamado de Sistema Nervoso Entérico, e o Sistema Nervoso Central se comunicam”, explica.

Um dos exemplos dados pela médica é a dificuldade de ir ao banheiro durante o desfralde. A diarreia também pode ser um sinal de estresse. “Há casos em que a criança fica com o intestino solto por conta de alguma fase nova que esteja ocorrendo na vida dela”, aponta Soraia.

bebê chora devido a problemas intestinais

Previna os problemas intestinais

Se os sintomas são passageiros e sem repercussões no estado geral da criança, não há motivos para se preocupar. Eles normalmente duram poucos dias e podem ser controlados com uma dieta adequada para cada situação. É importante “acompanhar a evolução do quadro para evitar complicações”, acrescenta a médica.

Algumas crianças, porém, podem apresentar um quadro mais sério. Segundo um estudo realizado pelo John Hopkins Children's Center, nos Estados Unidos, houve um aumento de 30% nos casos de crianças norte-americanas com crises graves e crônicas de constipação. Os principais motivos para os problemas intestinais são alimentação e hidratação inadequadas.

Ou seja, a prevenção dos problemas intestinais está baseada em hábitos alimentares saudáveis. Eles devem ser iniciados com o aleitamento materno exclusivo até os 6 meses de vida do bebê. As substâncias encontradas no alimento natural auxiliam na formação de uma flora intestinal saudável e previnem a diarreia infecciosa.

Saiba Mais
Conheça os segredos da alimentação infantil saudável
Diarreia infecciosa: Conheça os riscos de complicações
Diarreia contínua causa desidratação e exige prevenção

Após a fase da lactação, o cardápio da criança deve ser composto de grãos, carnes, legumes, frutas e verduras. Crianças impossibilitadas de receber o leite materno e que apresentem sintomas de problemas intestinais devem utilizar fórmulas lácteas recomendadas pelo pediatra.

Alimentos como enlatados, frituras, balas, doces, refrigerantes e salgadinhos devem ser evitados em qualquer fase da vida. Eles podem atrapalhar o bom funcionamento do trato gastrointestinal e não trazem nutrientes importantes para a saúde.

problemas intestinais infográfico

Como tratar problemas intestinais

Assim como na prevenção, a alimentação saudável é a base do tratamento dos problemas intestinais. Nos casos de intestino preso, é recomendado o aumento do consumo de fibras e de líquidos. Eles ajudam a amolecer as fezes e potencializam os movimentos do intestino.

“A criança que come desde cedo frutas, verduras e legumes variados recebe maiores quantidades de fibras, bem como vitaminas e ferro, adquirindo um hábito alimentar saudável, que promove o bom funcionamento do intestino” reforça Soraia.

A orientação médica para o controle da diarreia é a manter o cardápio habitual saudável e aumentar a ingestão de líquidos. “Só é importante evitar o consumo de sucos industrializados, pois a substância sorbitol, encontrada nesses produtos, pode piorar o quadro”, destaca a especialista.

Quando os sintomas não desaparecem e prejudicam a qualidade de vida do pequeno, é necessário ajuda médica especializada. Segundo Soraia, a persistência de dor abdominal, constipação e diarreia pode decorrer de desordens gastrointestinais funcionais ou de doenças orgânicas. Somente a avaliação médica pode identificar a causa do problema.

Gostou do artigo? Conte para nós! E aproveite para conferir outras dicas de saúde e bem-estar aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
vômito
diarreia
constipação
dor de estômago

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ