Criança

23/02/2016 12:59 - Atualizado em 10/10/2016 04:28

Petição por vacina contra meningite bacteriana mobiliza Reino Unido

Mobilização criada em plataforma do parlamento britânico já conta com mais de 760 mil assinaturas.

POR

Redação

  • +A
  • -A

“Todas as crianças correm o risco de pegar essa terrível infecção, mas o governo vacina apenas as de 2 a 5 meses de idade.” Assim começa o texto da petição que mobiliza a população do Reino Unido para pressionar o governo britânico a aplicar a vacina contra a meningite bacteriana tipo B em pequenos de todas as idades.

Tudo começou em setembro de 2015, quando o sistema público de saúde passou a disponibilizar a proteção contra a meningite B para crianças. O britânico Lee Booth, de 44 anos, tentou vacinar sua filha sem sucesso, pois ela já tinha ultrapassado o limite de idade. De acordo com o calendário de vacinação britânico, a primeira dose é dada aos 2 meses, a segunda, aos 4 e um reforço, aos 12 meses.

vacina meningite bacteriana

Petição bate recorde de assinaturas

Booth aproveitou uma plataforma do parlamento britânico para criar uma petição pedindo para estender o direito à vacina a crianças até, pelo menos, os 11 anos de idade. A petição tinha apenas 900 assinaturas até os pais de Faye Burdett aderirem à campanha, no dia 14 de fevereiro. A menina de 2 anos morreu após ser infectada pela meningite bacteriana.

Dias depois, foi a vez de o ex-jogador de rugby Matt Dawson apoiar a petição, relatando o seu sofrimento ao passar duas semanas acompanhando a internação do filho, que sofria um tipo raro de meningite. O resultado foi um salto expressivo no número de assinaturas. Até a manhã desta terça-feira, a petição contava com 767.072 assinaturas.

É o recorde da plataforma. No parlamento britânico, bastam 100 mil assinaturas para que o tema seja debatido em plenário.

O resultado da mobilização surpreendeu Lee Booth. “Eu estou sem palavras e sobrecarregado pela reação. Está sendo fenomenal. Eu passei um bom tempo respondendo tweets e mensagens no Facebook”, revelou em entrevista ao The Guardian. Segundo ele, o governo não poderá ignorar a maior petição de todos os tempos. Agora é só aguardar o agendamento do debate.

Saiba mais sobre a meningite bacteriana

Meningite é o nome dado à inflamação nas meninges, as três membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal e protegem o nosso sistema nervoso. Além de bacteriana, a doença também pode ter origem viral ou fúngica.

Quando não é tratada, a meningite bacteriana pode levar à morte. Entre os principais sintomas estão febre alta, vômito, dor de cabeça e no pescoço e manchas avermelhadas pelo corpo.

Esse tipo de meningite é classificado nas letras A, B, C, Y e W, de acordo com a bactéria que causou a infecção. No Brasil, a vacina pentavalente (penta/DTP) protege contra a bactéria Haemophilus influenzae, que causa a meningite B, a mesma que está mobilizando o Reino Unido.

Essa vacina faz parte do calendário de vacinação da rede de saúde pública. A criança deve tomar a primeira dose aos 2 meses, a segunda aos 4 meses e a terceira aos 6. Também há dois reforços, um aos 15 meses e outro aos 4 anos de idade.

Ainda, faz parte do calendário de vacinação a vacina meningocócica C conjugada, que protege contra a meningite do tipo C. Ela deve ser tomada aos 3 e aos 5 meses de idade, com reforço aos 12 meses. Quando a criança completa 2 anos de idade, não pode mais tomar a vacina pela rede pública de saúde.

Gostou do artigo? Então compartilhe o conteúdo com seus seguidores nas redes sociais! Se restou alguma dúvida ou sugestão, deixe um comentário abaixo. E aproveite para conferir outras dicas de saúde aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
tipos de meningite
vacinação
saúde infantil
prevenção

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ