Criança

04/08/2015 03:09 - Atualizado em 06/12/2016 06:35

Otite serosa pode causar surdez na criança

O problema pode ser tratado com medicamentos ou por meio de cirurgia.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Seu filho está apresentando dificuldades para ouvir, dores ou infecções de ouvido frequentes? Então é hora de consultar um otorrinolaringologista, pois esses sinais podem indicar um caso de otite serosa.

O problema é ocasionado por um líquido que fica no ouvido médio, reduzindo a capacidade de audição e causando uma sensação de entupimento. O diagnóstico e o tratamento devem ser feitos o quanto antes, pois o agravamento da doença pode levar à surdez.

Entenda o que é otite serosa

A otite é caracterizada como uma inflamação ou infecção no ouvido, podendo ser divida em dois tipos: otite externa, quando ocorre no canal externo do ouvido, ou otite média, quando ocorre atrás do tímpano, na região do ouvido médio.

otite serosa crianca medica

Na otite média, também chamada de otite média com efusão ou otite média serosa, há um líquido ou catarro dentro da região, que dificulta a audição e causa sensação de entupimento. O problema afeta principalmente crianças, estando associado a fatores imunológicos e sociais. Entre 20% e 30% das crianças possuem algum grau de otite serosa.

Em geral, os sintomas apresentados pelos pacientes são dor e desconforto no ouvido, podendo estar acompanhados de febre. Além disso, eles costumam manifestar infecções frequentes, sensação de ouvido entupido e redução da audição, o que pode acabar prejudicando o desenvolvimento dos pequenos, tanto da fala quanto do aprendizado em geral.

Em alguns casos de otite serosa, as crianças não sentem dor ou incômodo no ouvido, e podem não perceber que estão com alguma dificuldade para ouvir. Por isso, os pais devem ficar atentos a qualquer alteração no comportamento auditivo dos filhos para que a doença seja diagnosticada e tratada o quanto antes.

As causas estão ligadas à disfunção da tuba auditiva - canal que comunica as fossas nasais aos ouvidos -, que pode ser ocasionada por alterações anatômicas (adenoide hipertrofiada, fenda palatina) ou por alterações inflamatórias (infecções recorrentes de vias aéreas, alergias e sinusites).

Como tratar o problema

Em caso de qualquer alteração percebida nos ouvidos das crianças, os pais devem consultar um otorrinolaringologista. Se não for diagnosticada e tratada corretamente, a otite serosa pode causar agravamentos irreversíveis, como a perda parcial ou total da audição.

O primeiro passo é identificar os fatores que ocasionaram o problema para que a origem seja tratada. É importante o tratamento correto da rinite e da sinusite nesses pacientes, além de pesquisar a presença de adenoides aumentadas que possam tampar o orifício da tuba auditiva, perpetuando o catarro cronicamente no ouvido.

Os procedimentos indicados para combater o a otite serosa podem ser clínicos ou cirúrgicos. As opções de tratamento clínico são direcionadas para a cura e a prevenção das infecções, incluindo o uso de antibióticos e anti-inflamatórios. Quando o caso é recorrente ou os medicamentos não apresentam eficiência, é feita a cirurgia.

A técnica é chamada de timpanotomia e consiste na colocação de um tubo de ventilação na membrana do tímpano, que permite a retirada do líquido da orelha média através de aspiração. Esse tubo permanece no ouvido por alguns meses para que entre ar na orelha média e a audição da criança seja restaurada, revertendo possíveis alterações.

Viu como é importante cuidar da saúde do seu filho? Conte-nos o que você achou do artigo! E aproveite para conferir outras dicas aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
audição
ouvido
surdez
otorrinolaringologista

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ