Criança

31/07/2014 06:00 - Atualizado em 08/12/2016 05:21

Mamar deitado pode causar dor de ouvido no bebê

Se o bebê mamar deitado, corre o risco de contrair otite.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A amamentação é um dos momentos mais bonitos e especiais da maternidade. O que muitas mães não sabem é que posicionar os bebês de forma incorreta nesse momento pode prejudicar a saúde dos pequeninos. Se o bebê mamar deitado, por exemplo, ele pode sofrer com otite.

Por que o bebê não deve mamar deitado

A tuba auditiva é uma estrutura que liga o ouvido com o nariz e a garganta. As inflamações que ocorrem nesta parte do ouvido são caracterizadas como otites internas e podem ter uma série de causas. Uma delas é a amamentação incorreta. Isso porque mamar deitado faz com que os líquidos de um eventual refluxo entrem na tuba auditiva e causem a infecção.

Nesta posição horizontal, o bebê corre o risco de inflamação no ouvido em caso de refluxo:

Mamar deitado
Muitas mamães não sabem que o bebê não deve mamar deitado. Foto: Shutterstock

Não existe uma posição ideal para que a mãe fique na hora de amamentar, mas é preciso ter alguns cuidados básicos. O peso do bebê pode afetar a coluna se a postura não estiver correta. A posição ideal é aquela em que a mãe consegue amamentar o bebê sem interferências e sem sobrecarregar a coluna.

Como posicionar o bebê para ele não mamar deitado

Para a colocação do bebê, as indicações são outras. Há algumas regras para que a criança possa se alimentar sem riscos:

Na hora de amamentar, ponha a barriga do bebê em contato com a sua. Desta forma, a criança consegue encaixar a boca no mamilo e na auréola do seio, fazendo com que a deglutição fique mais fácil.

Outro fator importante é deixar a cabeça em altura mais elevada do que o corpo, para que o bebê não precise mamar deitado, pois assim o leite desce facilmente pelo esôfago, evitando o regurgito.

Mamar deitado
Bebê deve ficar mais em diagonal, para que o líquido não passe para o canal errado. Foto: Shutterstock

Para isso, utilize uma almofada de amamentação. Ela facilitará a colocação do bebê na posição correta e diminuirá o cansaço nos braços da amamentadora.

Inicie o aleitamento pelo seio em que a criança mamou por último. Isso faz com que ambos os seios sejam esvaziados de forma igual, recebam estímulos semelhantes e produzam leite de maneira regular.

Na hora de suspender a mamada, coloque o dedo mínimo no canto da boca do bebê, deixando entrar um pouco de ar e interrompendo a sucção suavemente. 

Mesmo que o bebê não deva mamar deitado completamente, a posição preferida pelas mães é aquela em que o corpo da criança fica em diagonal, apoiado no braço.

Essa posição precisa ser trocada quando a mamada termina. Assim que o bebê estiver satisfeito, levante-o e o apoie em seus ombros, para que ele possa arrotar.

Aleitamento sem dores

O aleitamento materno é um momento rico. Além de ser uma experiência de contato do filho com a mãe, é também o que provê todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento de um recém-nascido, até os 6 meses de idade. A amamentação ideal será aquela que alimentar o bebê de forma correta e não proporcionar dores ou desconfortos para a mãe.

O essencial é saber que mamar deitado pode, sim, causar otite nas crianças. Não é a posição por si só que acarreta a doença, mas o fato de que ela propicia a entrada do leite na trompa de Eustáquio, que se abre durante a deglutição. Siga as indicações sobre a colocação adequada do bebê e a amamentação será tão prazerosa quanto deve. 

Vivo Ligue Bebê: Um canal exclusivo para você tirar suas dúvidas

E aí, gostou do texto? Então deixe seu comentário e compartilhe sua experiência no nosso fórum!

TAGS
amamentação
alimentação do bebê
dicas de amamentação

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ