Criança

03/09/2014 12:37 - Atualizado em 10/12/2016 01:40

Entenda as causas da bronquite na criança e proteja seu filho

Conheça os fatores de risco, sintomas e tratamentos para garantir a saúde das crianças

POR

Redação

  • +A
  • -A

Se o seu filho está em fase de adaptação em creche ou escola, você já ouviu falar dela. A bronquite, ou seja, inflamação dos brônquios, é uma doença que se desenvolve ao longo do tempo e normalmente está associada a uma gripe mal curada.

bronquite

O que é a bronquite

bronquite é a infecção dos brônquios, canais que levam o ar que respiramos até os alvéolos pulmonares. Durante esse período, a inflamação se instala quando os cílios que revestem o interior dos brônquios param de eliminar o muco já existente nas vias, o que causa o acúmulo. 

Os sintomas da bronquite são frequentemente confundidos com os da asma: expectoração de muco, falta de ar, chiado no peito e, em alguns casos, até febre. 

A bronquite pode ser crônica ou aguda. A inflamação se diferencia na duração e também na piora dos casos. Na aguda, as crises são mais curtas, duram cerca de uma ou duas semanas, enquanto na bronquite crônica os problemas duram diariamente de três meses até dois anos.

É importante não confundir a bronquite com a asma. Para isso, lembre-se de que, no primeiro caso, a tosse produz muito muco, enquanto, no segundo, dificilmente há produção de catarro durante as crises. 

Tratamento

A doença geralmente afeta o nariz, os seios paranasais e a garganta, podendo também se manifestar nos pulmões. Existe também a chance de desenvolvimento de outra infecção, mas bacteriana, o que acarreta tratamentos específicos e mais controlados.

A versão aguda da doença tem um período curto de incidência, de no máximo dez a quinze dias. Não existe tratamento com remédios específicos, apenas boa hidratação, uso de vaporizadores, analgésicos e descongestionantes nasais. Nos casos da bronquite crônica, é recomendado tratamentos a longo prazo. Remédios como broncodilatadores, antibióticos, mucolíticos e anti-inflamatórios só são utilizados em casos mais graves.

Como prevenir a bronquite

Para evitar a repetição da bronquite, recomenda-se tomar algumas medidas:

- Promova a limpeza constante da casa, retirando o pó e mofo com ácido fênico a 5% a cada 3 meses.

- Além da faxina, deixe as janelas abertas também auxilia na purificação do ar.

- Mantenha o ar-condicionado desligado. Ele facilita a ocorrência de doenças respiratórias. Favorece a proliferação de fungos e torna o ar seco, o que dificulta a respiração.

- O vício do tabaco pode piorar os sintomas, então tente deixar o cigarro de lado enquanto estiver com o seu filho - isso facilitará o fim da dependência.

- Se a criança tem contato direto com quadros de giz na escola, lembre-se de avisar a professora para ele sentar em um local afastado da lousa.

- Outro ponto importante é a vacinação contra a gripe, que diminui a chance de a doença se manifestar.

Resumindo, para garantir a saúde do seu filho e a menor possibilidade de bronquite, tome cuidado com a limpeza constante do ambiente onde ele passa a maior parte do tempo.

Gostou das nossoas dicas? Deixe um comentário e fique ligado na nossa página do Facebook para receber todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
saúde infantil
tosse
saúde

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ