Criança

17/08/2015 02:13 - Atualizado em 03/12/2016 09:55

Doença mão-pé-boca causa feridas na criança

Sintomas como febre, bolhas nas mãos e pés e aftas na boca podem ser sinais da doença.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você sabe o que é a doença mão-pé-boca? O nome pouco convencional da enfermidade se deve às pequenas bolhas e manchas vermelhas que aparecem nessas regiões. Ela atinge principalmente crianças abaixo dos 5 anos de idade e é contagiosa.

De acordo com o Dr. Felipe Monti Lora, pediatra do Hospital Infantil Sabará de São Paulo, a infecção é causada pelo vírus Coxsackie, que causa febre, erupções nas mãos e pés e lesões e aftas dentro da boca. Saiba como identificar a doença e como tratar a criança.

doenca mao-pe-boca crianca com pe cheio de manchas

Transmissão da doença mão-pé-boca

Segundo o pediatra, o vírus da doença mão-pé-boca transita principalmente no trato intestinal, sendo classificado como um enterovírus. Por isso, seu contágio ocorre pelo contato oral/fecal. “Ao entrar em contato com pessoas doentes, até quatro semanas de recuperação da doença, ou suas secreções e fezes, a doença pode ser adquirida”, alerta.

Ainda, os alimentos podem ser contaminados e, caso não estejam bem higienizados, podem transmitir o vírus. O pediatra afirma que a doença não deixa sequelas em pacientes de imunidade adequada.

Sintomas e tratamento

O período de incubação do vírus oscila entre um e sete dias e pode facilmente ser confundido com os sintomas de um resfriado comum. A criança também pode sentir mal-estar, falta de apetite, vômitos e diarreia. Por causa da dor nas lesões, é normal que surja dificuldade para engolir e muita salivação.

Além da febre e dos sinais visíveis na região dos pés, boca e mãos, o Dr. Felipe explica que a alta temperatura corporal e as lesões surgem nos primeiros dias. “Às vezes, a doença pode se apresentar de forma não clássica apenas com aftas na boca e lesões inespecíficas na pele”, comenta.

Segundo o pediatra, a doença viral é autolimitada, ou seja, não requer tratamento específico e a melhora é espontânea. Ainda não há vacina contra a doença mão-pé-boca. Nesse caso, são usados analgésicos e anti-inflamatórios para melhora dos sintomas, além de hidratação oral e repouso.

Dicas para lidar com a doença mão-pé-boca

Dr. Felipe afirma que a prevenção da doença mão-pé-boca é a mesma daquelas que se transmitem por contato. “Deve-se tomar cuidado com o contato com doentes, seus objetos e sempre lavar as mãos ao usar o banheiro e antes de se alimentar, além da adequada higienização e cozimento dos alimentos”, destaca.

Incentive a criança a sempre lavar as mãos, antes e depois de usar o banheiro. Prefira alimentar a criança doente com alimentos pastosos, como purês e mingaus, assim como gelatina e sorvete, que são mais fáceis de engolir. Use bebidas geladas como sucos naturais, chás e água para manter a boa hidratação do organismo do pequeno.

Viu como cuidar da saúde do seu filho não precisa ser tão complicado? Aproveite e nos conte o que você achou do artigo! O Vivo Mais Saudável quer ouvir você.

TAGS
doença infantil
estomatite
aftas
doença viral

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ