Criança

31/01/2017 02:49 - Atualizado em 26/06/2017 01:48

Como escolher o melhor tipo de mochila para o seu filho

Ortopedista explica os critérios a serem escolhidos na hora da compra

POR

Redação

  • +A
  • -A

As férias estão chegando ao fim e logo mais as crianças voltam às aulas. Esse é o período em que os pais devem comprar os materiais escolares e todos os itens para que os filhos retomem suas rotinas. E um ponto importante a ser considerado é em relação a qual o melhor tipo de mochila para os pequenos. Isso porque uma escolha errada pode acarretar em danos para a saúde.

Qual o melhor tipo de mochila?

Para o ortopedista e diretor clínico da SO.U Ortopedia, Dr. Bruno Aprile, antes de qualquer coisa, independentemente do tipo de mochila escolhida para as crianças, é recomendado que o carregamento de peso não seja acima de 10% do seu peso. Levar mais do que isso poderá, segundo o especialista, forçar muito a sua postura e consequentemente a sua coluna, podendo gerar diversos problemas.

Entre os principais danos que o excesso de peso pode causar estão dores musculares, vícios posturais, encurtamento muscular e deformidades da coluna, no caso da manutenção de má postura por muito tempo. “Na maioria das vezes, uma criança que apresenta dores não consegue se concentrar no aprendizado e tem queda do rendimento escolar”, alerta o ortopedista.

Por isso, o Dr. Bruno Aprile recomenda que se avalie se é possível reduzir o peso do que as crianças levam para a escola, com livros menores, ficheiros ao invés de cadernos pesados, e eliminando itens desnecessários. “Se o peso ainda assim exceder os 10% do peso de seu filho ou filha, o ideal é não carregar o peso e sim utilizar alguma modalidade de arrasto, como mochilas com rodinhas, ou carrinhos para carregar as mesmas”, sugere.

No caso de mochilas com peso adequado, a melhor opção é a mochila de duas alças e ainda com uma cinta ou presilha abdominal. Este modelo deve ser sempre regulado e utilizado em ambos os ombros, além de prender a cinta abdominal de forma que fique encostada no dorso (parte entre o pescoço e a região lombar) e não frouxa.

Outros critérios que o especialista recomenda que devem ser levados em conta, em ordem decrescente de preferência: as mochilas de duas alças sem cinta abdominal, mochilas transversas de uma alça e, em último lugar, a mochila com duas alças que utiliza apenas um ombro.

Como as crianças têm tendência a escolher modelos pelo design, para o ortopedista é importante conversar com elas antes da compra, para que entendam que esses cuidados servem justamente para preservar a saúde e por isso devem ser seguidos.

Gostou das dicas sobre como escolher o melhor tipo de mochila para o seu filho. Para outras dicas sobre saúde da criança, não deixe de acompanhar o nosso site!

TAGS
melhor tipo de mochila

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ

Veja Também