Criança

02/10/2015 03:50 - Atualizado em 09/12/2016 01:33

Cianose: Entenda a condição que deixa a pele azulada

Ela pode ser causada por baixas temperaturas ou problemas pulmonares e cardíacos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A cianose é caracterizada pela coloração azulada da pele, das membranas mucosas ou do leito das unhas da criança. O fato é causado pela oxigenação insuficiente do sangue.

De maneira geral, a cor da pele é determinada pela melanina e pelo fluxo sanguíneo. O sangue arterial, que carrega o oxigênio, apresenta um tom de vermelho vivo. Quando há uma deficiência na oxigenação, ele se torna escuro. Saiba mais sobre essa condição e descubra os perigos que seu filho pode correr.

médico diagnostica bebê com cianose

Sinais de cianose

Dr. Tadeu Fernando Fernandes, médico pediatra membro da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), explica que a cianose é um sintoma de insuficiência circulatória, doença pulmonar ou intoxicação por gases tóxicos. "É comum ocorrer em regiões de grandes altitudes e em temperaturas muito frias", adiciona o especialista.

Nos casos em que ela ocorre devido á temperatura, é chamada de cianose periférica. O membro acometido geralmente volta ao normal ao entrar em contato com água morna.

Porém, lembra o pediatra, existe também a chamada doença azul (morbus caeruleus). Trata-se de uma característica da tetralogia de Fallot, cardiopatia congênita que faz com que a criança possa apresentar, logo ao nascer, uma coloração azulada da pele e das mucosas.

É comum que a condição seja consequência de diversas doenças pulmonares ou de malformações cardíacas e vasculares. Alguns dos problemas que estão podem causar a cianose são asma, pneumonia, transposição das grandes artérias, atresia e hipertensão pulmonar.

[[saiba_mais]]

Diagnóstico e tratamento

Segundo Dr. Tadeu Fernandes, é preciso avaliar a origem da cianose para se chegar a um diagnóstico preciso. Um exame de sangue medindo o teor de oxigênio e de hemoglobina pode confirmá-la.

No caso da cianose periférica, ou seja, aquela que é causada pelo contato com o frio, basta aquecer as áreas afetadas. Água morna, cobertores ou calefação devem ser suficientes para recuperar o tom normal da pele.

Já nos casos da cianose central, causada por defeitos congênitos, apenas um médico especializado poderá identificar o melhor tratamento. Medidas clínicas envolvendo a administração de drogas são as mais comuns. Já para alguns casos mais graves, a intervenção cirúrgica pode ser necessária.

É importante estar atento à criança desde os primeiros dias de vida. Caso você observe mudanças na coloração da pele do bebê, procura um profissional imediatamente.

Você já tinha ouvido falar na doença azul? Deixe seu comentário e compartilhe a experiência com outros leitores! E lembre-se, ainda, de continuar de olho nas dicas de saúde do Vivo Mais Saudável para garantir mais qualidade de vida para você e sua família.

TAGS
cardiopatia
hipertensão pulmonar
asma
doença azul

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ