Criança

25/03/2015 08:09 - Atualizado em 09/12/2016 04:15

Chegada do outono aumenta casos de doenças respiratórias

Resfriados e ressecamento da pele são algumas das consequências mais comuns da estação.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Com a chegada do outono, nosso organismo passa por uma mudança natural. O sistema imunológico, principalmente o das crianças, que são mais frágeis, sente as diferenças climáticas e fica mais suscetível a algumas doenças, que aparecem com o clima mais fresco. Por isso, é muito importante se preparar para não ser pego de surpresa.

Você sabia que é mais fácil pegar uma doença infecciosa em ambientes fechados? Evitar se proteger do frio em aglomerados de pessoas é apenas uma das formas de prevenção. Quer preservar a saúde do seu filho e fugir das doenças? Saiba como fazer da chegada do outono uma época para aproveitar as temperaturas mais baixas sem comprometer o bem-estar.

chegada do outono

Doenças mais comuns do outono

São diversas as doenças que acompanham a chegada do outono. Na transição do calor para o clima mais frio, a umidade relativa do ar também diminui. Essa combinação de fatores faz com que as partículas do ar se dispersem com dificuldade, comprometendo o sistema respiratório e cardiovascular.

Dessa forma, a pele fica mais seca, favorecendo o surgimento de rachaduras e alergias, além de infecções respiratórias. São comuns, também, sintomas como cansaço e dificuldade para respirar. No grupo de risco para esses problemas, estão as crianças, os idosos e pessoas com doenças crônicas.

As síndromes gripais são as doenças mais comuns na chegada do outono. Bronquite, rinite, sinusite, asma, rinossinusopatia e tosse seca aparecem em função do clima mais seco. Com a troca de estações, os sintomas se tornam mais intensos e, em alguns casos, pode ser necessário aderir aos umidificadores de ar.

Irritações nos olhos também merecem atenção, pois coceira e secura podem ser sinais de conjuntivite, uma doença bastante comum no outono. Se houver febre e tosse por um período maior que cinco dias, é necessário buscar tratamento médico.

chegada do outono

Previna doenças na chegada do outono

Prevenir é o melhor remédio, já diz o ditado. É por isso que a prevenção começa com a chegada do outono. A hidratação do organismo é o primeiro passo e a água é a principal aliada na proteção do corpo.

Em qualquer época do ano, perdemos líquido e, apesar do clima mais fresco, manter a ingestão de água é fundamental. Faça com que seu filho sempre ande com uma garrafinha.

Mas a hidratação não fica apenas no organismo. A pele também precisa ser protegida. Por isso, utilize hidratantes específicos para o rosto e o corpo. Protetor solar é fundamental para que os raios ultravioleta não danifiquem ainda mais a pele.

Não fique em lugares fechados por muito tempo. Os vírus se proliferam com maior frequência nesses locais, principalmente nessa época do ano. Deixe sempre as janelas abertas em casa para que o ar circule e as impurezas vão embora.

Lavar as mãos constantemente evita a contaminação por diversas doenças virais de outono. Durante o dia, muitos objetos e materiais são manuseados, e podem infectar o organismo. É por isso que limpar as mãos com água e sabonete é fundamental. Álcool em gel também ajuda na prevenção desses problemas.

Por fim, a alimentação equilibrada é muito importante no combate às doenças respiratórias e síndromes gripais. Quando o sistema imunológico está fragilizado, os nutrientes e vitaminas das refeições protegem o organismo, deixando o corpo menos propenso a infecções.

Gostou das dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
outono
doenças respiratórias
síndromes gripais
mudança de temperatura

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ