Criança

03/10/2014 11:51 - Atualizado em 01/12/2016 01:46

Bebê com diarreia? Confira o que fazer pelo seu filho

Diarreia em bebês é um problema comum que não costuma ter maiores complicações.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Bebê com diarreia não é algo incomum. Muitos pequenos sofrem com o problema em decorrência da contaminação por um vírus ou outros fatores. A boa notícia é que não se trata de nada grave.

O rotavírus é o principal responsável pelo bebê com diarreia. O vírus causa, dentre outros problemas, uma inflamação no sistema digestivo. E é este o responsável pelas dores de de barriga, as fezes em excesso e em alguns casos até vômitos.

Outras possíveis causas do problema podem ser a preparação errada do leite em pó, resfriados ou ainda alergias. Mas, no geral, dificilmente bebês que ainda amamentam contraem este incômodo, pois o leite materno os protege.

bebe-com-diarreia

Como identificar o bebê com diarreia

Quando se é adulto, é fácil perceber quando se tem ou não problemas estomacais. Além de toda a incomodação, a textura das fezes é diferente. Porém os bebês não podem alertar para as dores de barriga – e na maioria das vezes o seu cocô é “molinho”.

Para identificar o problema na criança, os pais precisam conhecer o seu cocô para notar a diferença. A frequência em que se suja a fralda também pode ser um indicativo. Bebês com até um mês e que amamentam no peito costumam ir aos pés 5 vezes por dia. Já após o primeiro mês esse número cai para 2 vezes por dia.

Como evitar casos de bebê com diarreia

A principal atitude que pode ser tomada para evitar casos de bebê com diarreia é a vacina contra o rotavírus, que já está no calendário nacional de vacinação.

Mas outros hábitos também podem auxiliar na prevenção, como a higiene do bebê e dos pais. Lavar as mãos é primordial, pois impedirá que vírus e bactérias se espalhem. A prática precisa ser seguida principalmente após trocar a fralda ou ir ao banheiro.

Tratamento adequado

Para crianças mais jovens, que apenas amamentam no peito ou com leite industrializado, a recomendação é que sigam com a sua alimentação, sem nenhuma mudança. Se o bebê já tiver alguns meses a mais, além do leite é recomendado que se dê também um pouco de água para a reidratação, o que ajuda a acabar com o caso de bebê com diarreia.

Crianças com cerca de 1 ano já podem tomar suco. O importante é evitar líquidos muito doces. Os picolés podem ser uma opção diferente, assim como as frutas – principalmente a goiaba, a maçã, o maracujá e o limão.

Se o bebê já não amamenta mais e não apresenta vômito, então deve continuar recebendo a sua alimentação tradicional. Caso esteja vomitando, o ideal é que a sua alimentação mude enquanto estiver com o mal.

Maçã, banana e arroz são alguns dos alimentos sólidos mais indicados para o bebê com diarreia. E se a criança for ainda mais velha, na faixa dos 2 anos, ela deverá se alimentar com carboidratos. Arroz, batata, macarrão e o frango são as melhores opções.

A diarreia não costuma ser um problema grave. O seu único perigo está na desidratação. Mas se os pais estiverem atentos, não terão nenhuma dor de cabeça extra. E se o bebê não sarar com o tempo e a diarreia persistir por mais do que 2 dias, procure um médico.

Gostou das nossas dicas de o que fazer com bebê com diarreia? Então deixe um comentário e acompanhe nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
saúde infantil
bebês
saúde

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ