Criança

25/04/2015 12:23 - Atualizado em 11/12/2016 09:08

Barriga inchada pode ser sinal de vermes

Parasitas que se alojam no organismo das crianças causam desconforto e enjoo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Um problema nojento e de tratamento complicado acomete muitas crianças. Os vermes, parasitas que se alojam no intestino, se aproveitam do corpo dos pequenos para se alimentar e reproduzir. Mesmo não sendo perigosos, eles causam sintomas como inchaço na barriga, deixando-os indispostos e com dor de estômago.

O problema pode ser transmitido em qualquer lugar, desde o ambiente familiar até a escola. Como as crianças não tomam muito cuidado com a higiene, estão mais propensas a se contaminarem. Os sinais podem variar em cada caso, mas costumam apresentar similaridades. Saiba como identificá-los.

vermes

Sintomas da contaminação por vermes

Os vermes não costumam ser parasitas fatais, mas devem ser eliminados para evitar que se propagem ainda mais pelo organismo. Apenas dessa forma eles quebram a cadeia de transmissão, evitando que outras crianças sejam infectadas.

É fácil notar se a criança está desenvolvendo os parasitas na barriga, pois ela fica inchada e ocorrem episódios de diarreia. Coceira no corpo e vermelhidão nas nádegas e ao redor do ânus também são comuns em que está “criando” os bichinhos na barriga.

Os ovos dos parasitas podem ser confundidos com as fezes do bebê, por isso a mãe deve sempre estar atenta para os resmungos do pequeno e verificar com o pediatra a saúde dele. Os principais sintomas, no entanto, se mostram através da barriga inchada, que, mesmo com massagem abdominal, não muda de aspecto.

Além disso, o trânsito intestinal da criança é modificado, provocando constantes diarreias e prisões de ventre. Como a coceira é maior no período da noite, ela pode encontrar dificuldade para dormir. Vermes ou manchas brancas nas fezes também podem surgir na cama e nos lençóis.

Apetite reduzido e pouca disposição são comuns, já que a criança não consegue brincar em função da dor de barriga. Febre constante, mas menor que 38ºC, é recorrente. Aliás, como os parasitas sugam sangue da região intestinal, é possível que os pequenos desenvolvam um quadro de anemia. Fique sempre atento.

Os pais devem sempre verificar se os vermes não estão saindo pelo ânus da criança. Veja enquanto ela dorme, pois durante a noite os parasitas gostam de depositar seus óvulos no exterior, principalmente nas nádegas e ao redor do ânus. O exame de fezes é realizado caso o pediatra desconfie da presença parasitária no organismo infantil.

Tratando a criança com vermes

O tratamento para vermes em crianças e bebês requer um acompanhamento pediátrico. O médico é responsável por indicar o melhor medicamento antiparasitário, recomendando a dose certa de acordo com peso e idade.

Durante todo o tratamento, os especialistas recomendam que sejam trocados os pijamas, as roupas íntimas, os lençóis e os objetos pessoais de tempos em tempos. Assim, é evitada a proliferação de outros parasitas para aqueles que convivem com a criança.

Crie o hábito de lavar as suas mãos e as da criança antes de comer ou realizar qualquer atividade na cozinha. Os alimentos devem ser higienizados e armazenados em recipientes próprios. Família, animais de estimação e colegas de escola devem estar de acordo dom os métodos de combate aos parasitas para conter uma possível proliferação.

Gostou das dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça que você sempre encontra novidades aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
infância
parasitas
infecção infantil
higiene

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ