Clínica Geral

15/05/2015 03:00 - Atualizado em 06/12/2016 10:07

Zika: Conheça mais uma doença causada pelo mosquito da dengue

Vírus transmitido pelo Aedes aegypti já foi confirmado em estados do Nordeste.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Mais um motivo para tomar cuidados redobrados com água parada: já foram confirmados 16 casos do zika vírus no Brasil, em estados da região Nordeste. Ele é originário da África e pode ser passado pela picada do mosquito Aedes Aegypti, o mesmo que transmite dengue, febre amarela e chicungunha.

O Instituto Evandro Chagas confirmou os casos no país, porém o Ministério da Saúde afirma que não houve registros de morte até o momento. Ainda segundo o governo, os efeitos causados pelo vírus são considerados mais brandos que os da dengue. Saiba mais sobre o zika.

zika

Os sintomas do zika

Após a contaminação, o paciente leva cerca de quatro dias para começar a sentir os primeiros sintomas. Os sinais são muito similares aos da dengue: dores nas articulações e na cabeça, febre e náuseas. Além disso, fotofobia e erupções cutâneas são outros sintomas presentes nos infectados.

O zika é uma doença viral que se cura sozinha, até sete dias depois. O tratamento é sintomático, feito com o uso de paracetamol para febre e dor. O uso de ácido acetilsalicílico (aspirina) é contraindicado, assim como no tratamento da dengue, devido aos riscos de hemorragia.

Especialistas afirmam que o vírus pode ter entrado no Brasil durante a Copa do Mundo de 2014.

Combatendo o mosquito

Além de transmitir o zika vírus, o Aedes aegypti é o grande responsável pelo surto de dengue que o país atravessa atualmente. Só em 2015, já foram registradas mais de 230 mortes pela doença. A maior parte ocorreu em São Paulo (169 óbitos). Os números já ultrapassam os registros de 2014, que durante o ano inteiro teve 158 mortes.

O ministro da saúde, Arthur Chioro, admitiu que o Brasil hoje vive uma epidemia de dengue. Dados revelam, que até o dia 18 de abril de 2015, foram registrados 745.957 casos no país.

Para evitar tanto o zika quanto a dengue e a febre chicungunha, é fundamental combater os focos de acúmulo de água. Esses são os locais mais propícios para a proliferação do mosquito transmissor. Confira algumas atitudes simples que colaboram para erradicar essas doenças:

- Mantenha a caixa d'água sempre fechada com tampa

- Remova folhas e galhos, pois podem impedir a água de correr pelas calhas

- Lave semanalmente tanques utilizados para armazenar água

- Encha de areia até a borda os pratinhos dos vasos de plantas

- Guarde garrafas sempre de cabeça para baixo

- Entregue pneus velhos ao sistema de limpeza urbana ou guarde-os em local seco

- Coloque o lixo em sacos plásticos e feche bem a lixeira

- Se você possui plantas aquáticas, lembre-se de trocar a água e lavar bem o vaso

- Não deixe a água da chuva acumulada na laje ou na calçada.

Com a colaboração de todos, o Brasil fica mais próximo de se ver livre das doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti.

E você, tem medo do zika? Conte para nós! Não esqueça que você sempre pode conferir novidades para sua saúde e seu bem-estar aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
dengue
chicungunha
Aedes aegypti
transmissão

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ