Clínica Geral

17/09/2015 07:00 - Atualizado em 06/12/2016 09:59

Vômito e diarreia são sintomas de gastroenterite viral: Previna-se

A doença é comum e pode ser facilmente transmitida, exigindo cuidados e medidas preventivas.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Sofrer com um episódio intenso de diarreia, cólicas e vômitos pode indicar um caso de gastroenterite viral. Essa é uma doença comum, que pode ser provocada por diferentes tipos de vírus, atingindo pessoas de todas as idades.

O vírus pode ser transmitidos pelo contato direto ou indireto com pacientes contaminados, assim como por objetos ou até mesmo pelo ar, como uma gripe. Por isso, é importante tomar medidas preventivas tanto para quem está doente, para evitar contaminar outras pessoas, quanto para quem não possui o vírus.

lavar as mãos previne gastroenterite viral

Como identificar a gastroenterite viral

A gastroenterite viral é considerada uma das doenças mais comuns da atualidade, ficando atrás apenas das infecções respiratórias. O problema é caracterizado por uma inflamação do estômago e dos intestinos, podendo ocorrer em somente uma das regiões ou até mesmo nas duas.

A gastroenterite em geral pode ser causada por vários fatores, como infecções por parasitas e bactérias, remédios, álcool ou doenças - intolerância à lactose, doença de Crohn ou doença celíaca. Já a gastroenterite viral é provocada apenas por vírus.

Vários tipos diferentes de vírus podem causar um quadro de gastroenterite, sendo os mais comuns o rotavírus, o norovírus (antigamente chamado de vírus Norwalk), o adenovírus, o sapovírus e o astrovírus.

Os sintomas variam de acordo com o tipo de vírus e o local afetado. Quando ocorre no estômago, a doença provoca principalmente náuseas e vômitos. Já quando os intestinos são os mais acometidos, o paciente apresenta cólicas abdominais e diarreia. É comum se apresentar um quadro com inflamação extensa, com vômitos e diarreia ao mesmo tempo.

Existem várias formas de transmissão da gastroenterite viral. Na maioria dos casos, o contágio ocorre pelo contato direto, principalmente por mãos contaminadas pelo vírus.

Saiba Mais
Mal invisível: Entenda o que é a infecção viral
Parasitas causam diversas enfermidades: Evite o contágio
Conheça os sintomas do refluxo gastroesofágico

Como as fezes e os vômitos dos pacientes contaminados possuem elevadas cargas virais, se a higiene das mãos não for feita adequadamente após cada evacuação, o paciente pode contaminar roupas e objetos, facilitando a dispersão da doença.

Outras vias comuns de transmissão são através de alimentos preparados por pessoas doentes, principalmente se crus ou mal-cozidos, ou águas contaminadas com fezes. O contágio pelo ar também é possível, sendo o vírus transmitido por meio de gotículas de saliva durante fala, tosse ou espirros.

gastroenterite viral infográfico

Tratamentos e formas de prevenção

Não existe um medicamento específico para tratar esse tipo de gastroenterite e, na maioria das vezes, a doença possui curta duração, sendo eliminada pelo próprio organismo. O objetivo do tratamento, nesse caso, é impedir que o paciente sofra de desidratação devido às grandes perdas de água nas fezes e nos vômitos.

Por isso, a hidratação é muito importante, principalmente para as crianças pequenas e para os idosos. Em casos mais graves, a internação hospitalar para administração de soro intravenoso pode ser necessária.

Para prevenir a contaminação da gastroenterite viral, é importante evitar o contato direto com os doentes e não compartilhar objetos como toalhas e copos. A higiene dos alimentos antes do consumo também é uma medida fundamental, além de evitar a ingestão e o contato com água que possa estar contaminada.

Gostou das dicas de saúde? Deixe seu comentário! E aproveite para conferir outras informações aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
inflamação
doença viral
higiene
sistema gastrointestinal

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ