Clínica Geral

14/03/2015 03:58 - Atualizado em 31/10/2016 05:16

Você sabe o que é glaucoma? Conheça os sinais e previna-se

Descubra o que é glaucoma e saiba como é possível combatê-lo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Apesar de conseguir distinguir o que é glaucoma de outras doenças oculares, a medicina ainda não compreende o que exatamente provoca o problema. Por alguma razão sem explicação possível, a pressão intraocular (dentro do olho) aumenta e lesiona o nervo óptico, dando origem à condição.

Um líquido chamado humor aquoso, produzido na parte anterior ao olho, sofre uma deficiência na drenagem de seu canal. Quando isso ocorre, a pressão é elevada e causa o glaucoma, que pode provocar danos irreparáveis no nervo do olhoO nervo é responsável por levar informações visuais até o cérebro.

Saiba mais sobre o que é glaucoma, quais os seus sintomas e os possíveis tratamentos e modos de prevenção.

o que e glaucoma

Saiba o que é glaucoma e quais os seus sintomas

Você saberá o que é glaucoma quando conseguir reconhecer seus sinais. A doença acomete crianças e adultos, mas os pequenos não costumam manifestar sintomas. Nesses casos, acontece o chamado glaucoma congênito, que evolui com o tempo, durante a infância e a juventude. Os danos no nervo óptico costumam ser percebidos após os quatro anos de idade.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Oftalmologia, o glaucoma é a principal causa de cegueira irreversível no Brasil e no mundo. Mais de 8 milhões de pessoas já ficaram cegas em decorrência da doença. Ela se manifesta de maneiras distintas de acordo com suas variações.

Se o glaucoma é de ângulo aberto, podem não haver sintomas até a pessoa começar a perder a visão, principalmente a periférica lateral, quando passa a enxergar em forma de tubo. No glaucoma de ângulo fechado, os sinais incluem dor grave e repentina em um dos olhos, visão embaçada, vômitos, náuseas, vermelhidão dos olhos e aparência inchada.

Você saberia identificar o que é glaucoma congênito? Ele se manifesta desde a infância, nos primeiros meses de vida, quando a criança demonstra nebulosidade na parte frontal do olho e ele aumenta de um lado ou em ambos. Olho vermelho, sensibilidade à luz e lacrimação completam o quadro desse tipo da doença.

Conheça mais sobre glaucoma e seu tratamento

Sem uma forma efetiva de prevenção, é necessário saber bem o que é glaucoma para poder tratá-lo. No caso do ângulo aberto, o tratamento é feito com colírios que não causam muitos efeitos colaterais. Algumas pílulas para baixar a pressão ocular também são utilizadas. Casos mais sérios exigem o uso de laser, que desobstrui a circulação do humor aquoso.

Quando ocorre em ângulo fechado, o glaucoma é considerado uma emergência e pode levar à cegueira em pouco tempo, sem tratamento. Medicamentos intravenosos, além de colírios e pílulas, são administrados para conter a pressão. Operações de emergência, como a iridotomia, podem ser necessárias para abrir um novo canal na íris e evitar novas crises.

Se você conhecer a manifestação do glaucoma e buscar o tratamento correto, é mais fácil conseguir a redução da pressão nos olhos. Cirurgias e medicamentos são receitados de acordo com o tipo. No caso de ser congênito, o problema é sempre tratado com uma cirurgia que desobstrui as câmaras do ângulo. Para esse procedimento, é necessária anestesia geral.

Gostou das dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
olhos
oftalmologista
pressão nos olhos
glaucoma

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ