Clínica Geral

27/09/2014 11:09 - Atualizado em 03/12/2016 03:28

Uso exagerado do paracetamol pode fazer mal à saúde

Paracetamol sem indicação pode levar a casos de overdose.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O paracetamol é um medicamento analgésico muito utilizado em todo o mundo para combater dores e desconfortos diversos. Recomendado usualmente para adultos interessados no alívio temporário de dor de cabeça, dor de dente, dor nas costas e dores leves a moderadas associadas a gripes e resfriados comuns, o medicamento tem sido alvo de controvérsias entre os cientistas.

paracetamol

Algumas pesquisas recentes apontaram que o uso indiscrimidado do remédio - sem controle ou moderação - pode levar à overdose e até à morte. A eficácia do medicamento em casos específicos também foi objeto de contestações no meio científico. Vamos conhecer agora as principais delas.

Paracetamol nem sempre é eficaz

Dor nas costas

De acordo com recente estudo publicado na revista The Lancet, para combater a dor lombar o paracetamol não é melhor do que um placebo (procedimento inerte e que apresenta efeitos terapêuticos devido aos efeitos psicológicos do paciente que está sendo tratado).

Pesquisadores da Universidade de Sydney, Austrália, avaliaram mais de 1.650 pessoas que sofreram dor nas costas por variadas razões e constataram que o período de recuperação não diferiu entre quem ingeriu placebo e quem tomou o medicamento.

Segundo os pesquisadores, o mecanismo responsável pelas dores nas costas pode ser diferente do que provoca dores de cabeça, de dente e de desconfortos pós-cirúrgicos. Dessa forma, os autores do estudo sugerem que a indicação do paracetamol para dores nas costas seja repensada.

Ressaca

Algumas pessoas fazem uso desse remédio para combater a ressaca. Essa atitude, no entanto, é amplamente desaconselhada pelos médicos. Ingerir alguns comprimidos do medicamento para curar ressaca pode causar uma lesão hepática fulminante, mesmo se a dosagem for menor do que a diária recomendada pela OMS (Organização Mundial de Saúde), de até 4g.

Além disso, ingerir álcool juntamente com o remédio pode provocar sangramentos no estômago.

Gravidez

De acordo com um relatório divulgado pela revista JAMA Pediatrics, o uso indiscriminado de paracetamol durante a gestação poderia aumentar o risco de que a criança venha a desenvolver transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, além de outros problemas comportamentais.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores estudaram 64 mil mães dinamarquesas e seus filhos nascidos entre 1996 e 2002. A cada trimestre, todas tinham de informar se haviam tomado comprimidos do remédio nos três meses anteriores. Quando as crianças completaram 7 anos, o comportamento delas foi avaliado pelo cientistas.

paracetamol

Overdose de paracetamol pode ser fatal

Um estudo divulgado nos Estados Unidos revelou que o a overdose de paracetamol causa a morte anual de 150 pessoas por intoxicação nos Estados Unidos. Os dados, obtidos no período de 2001 a 2010, foram divulgados recentemente pela Pro Publica, organização sem fins lucrativos dos EUA.

A dose diária recomendada pela OMS (4g) não pode ser extrapolada. Isso equivale a oito comprimidos de 500 mg. Em alguns países, porém, o medicamento é utilizado de forma abusiva, sem grande controle, o que aumenta os riscos de intoxicação. No Brasil, são poucos os casos registrados de intoxicação por overdose do paracetamol.

E aí, você gosta das nossas dicas e novidades de saúde? Então deixe um comentário! E fique ligado na nossa página no Facebook para receber todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
intoxicação
overdose
medicamentos
saúde

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ