Clínica Geral

18/01/2015 11:31 - Atualizado em 29/11/2016 04:57

Usar tablet para leitura pode trazer prejuízos ao sono

Diferentes pesquisas sugerem que o uso do tablet para leitura atrapalha na hora de dormir.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O uso de tablet para leitura chegou como meio de facilitar a vida de muitos estudantes. Utilizando-o como um material de estudo, ele agrega, em um único aparelho, tabelas, planilhas, textos, livros e aplicativos que estão ao alcance das mãos. No entanto, é preciso cuidado. Recentemente, uma pesquisa apontou que o uso do tablet durante a noite pode prejudicar o sono.

tablet para leitura

Os impactos do uso do tablet para leitura

A leitura de um livro impresso pode ser muito mais segura antes de ir para a cama do que um e-book, segundo apurou a Academia Americana de Ciências. Em seus estudos, os investigadores da instituição descobriram que as luzes utilizadas nos aparelhos, principalmente as de cor azul, afetam o sono.

No Brigham and Women’s Hospital, em Boston, nos Estados Unidos, outros cientistas também fizeram uma comparação entre os efeitos que a leitura virtual e a feita no papel causam ao organismo humano.

Por um período de 15 dias, alguns participantes selecionados leram livros impressos e outros utilizaram o tablet para ler. Eles realizaram esse procedimento quatro horas antes de ir dormir durante cinco dias seguidos.

Como resultado, foi percebido que aqueles que utilizavam tablet para leitura demoravam um tempo maior para cair no sono. Além disso, eles dormiam de forma menos relaxada, acordando mais vezes durante à noite, já que a melatonina (substância que induz ao sono) funcionava de forma reduzida. Sem o descanso adequado, a qualidade de vida cai.

Os cientistas também apontaram para o fato de que o relógio biológico interno, que controla o ritmo circadiano, ficava atrasado, causando menor sonolência. As pessoas que liam no tablet tinham essa frequência circadiana natural alterada no corpo. A luz azul, cientificamente conhecida como luz de ondas curtas, interrompia o funcionamento dela.

Assim, os aparelhos eletrônicos, como o tablet para leitura, são menos recomendáveis do que o livro impresso, que não possui a incidência desse tipo de iluminação.

Sono de quem usa tablet para leitura é reduzido

Outra constatação dos pesquisadores é que o uso de tablet para leitura faz com que as pessoas tenham menos horas de sono e uma atividade reduzida. Mesmo dormindo as oito horas recomendáveis para o descanso completo, os indivíduos que utilizaram o equipamento eletrônico antes de deitar, tiveram um dia menos produtivo após o uso noturno do aparelho.

A novidade consiste na descoberta de como o sono é realmente afetado, já que o uso da luz azul (diminuindo a secreção da melatonina) e seus efeitos no organismo eram conhecidos. Principalmente por parte de crianças e adolescentes, o tablet para leitura pode ser um grande fator de preocupação, já que tem sido cada vez mais utilizado no cotidiano dos jovens.

Falta de sono e pouco rendimento escolar e profissional podem ser consequências do uso de aparelhos eletrônicos antes do momento de dormir. Em longo prazo, os prejuízos podem ser ainda maiores, afetando não apenas o descanso, mas também a mente, o corpo e a saúde visual.

A partir dessa pesquisa, serão agora investigadas novas potencialidades e problemas que o uso de equipamentos com emissão de luzes causa nas pessoas e como eles podem ser trocados, apontando alternativas mais saudáveis.

E aí, vai repensar o uso do tablet para leitura? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
qualidade do sono
dificuldade para dormir
saúde
tecnologia

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ