Clínica Geral

24/03/2015 10:40 - Atualizado em 01/12/2016 09:53

Tratamentos para combater queloide avançam

A queloide é caracterizada pelo aumento de tamanho e pela mudança de cor de cicatrizes.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Se você acabou de fazer uma cirurgia ou está com um corte em cicatrização, provavelmente vive com o medo do aparecimento da queloide. O problema, caracterizado como uma lesão tumoral, costuma acarretar o aparecimento de tecido com consistência mais grossa e com coloração avermelhada.

A queloide se desenvolve por conta da produção descontrolada do colágeno. Sendo mais vista em negros e mestiços, a cicatriz ocorre em marcas de espinha, queimaduras, furos de brincos nas orelhas, cortes, tatuagens, buraquinhos de vacina e até mesmo em cortes com pontos.

Se você já notou que a sua cicatrização não é boa, é preciso ter cuidado na hora de se submeter a procedimentos cirúrgicos e estéticos.

queloide

Não vale a pena arriscar. Tire da cabeça as aplicações de piercings, brincos, tatuagens e até mesmo cirurgias plásticas desnecessárias. Caso seja indispensável, converse com o cirurgião e o dermatologista para identificar quais são as principais medidas para diminuir as lesões.

O tratamento da queloide

Complicada de tratar, a queloide nem sempre apresenta bons resultados durante a administração da terapia. Para garantir a regeneração da pele, são necessários cuidados diários, com a utilização de diversos tratamentos conjuntos. Veja quais são os principais:

Injeção de corticoides

A injeção de corticoides na cicatriz é indicada para cessar o aumento da lesão. As aplicações são feitas a cada mês, sendo realizadas pelo dermatologista que está acompanhando o desenvolvimento de sua cicatriz. Para melhores resultados, o nitrogênio líquido pode ser aplicado na lesão antes das injeções.

Laser

Ele ajuda a diminuir o inchaço e a vermelhidão da lesão. Quando combinado com injeções de corticoides, pode assegurar melhores resultados.

Gel de silicone

É recomendado para lesões novas. Pode ser prescrito para a prevenção de marcas. O gel de silicone deve ser aplicado diariamente, uma ou duas vezes por dia. Os resultados podem ser mais satisfatórios se lâminas ou placas de gel forem utilizadas no local. O tratamento costuma durar até três meses.

Cirurgia

Recomendada principalmente para lesões antigas ou que não apresentem melhoras com outros tratamentos, a cirurgia para queloide retira as cicatrizes inchadas, permitindo a cicatrização saudável do local.

Radioterapia

Aplicada no dia posterior à cirurgia, a radiação é indicada em casos mais graves. Para iniciar o tratamento, alguns exames são necessários para identificar a situação e os riscos do procedimento.

Fluoracil

É utilizado no tratamento de alguns tipos de câncer. Quando aplicado na lesão, aliado a tratamentos com corticoides e terapia a laser, pode garantir bons resultados.

Pesquisa inovadora para o tratamento de queloide

Em Detroit, nos Estados Unidos, os cientistas do Hospital Henry Ford descobriram uma novidade importante em relação ao tratamento das queloides. Segundo pesquisa, o AHNAK, gene pesquisado, está diretamente ligado ao desenvolvimento das lesões. Para os pesquisadores, a novidade poderá garantir a evolução do tratamento, num futuro próximo.

Gostou das dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
cicatrização
pós-operatório
cirurgia plástica
piercing

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ