Clínica Geral

19/10/2014 03:01 - Atualizado em 03/12/2016 07:11

Tomografia computadorizada é aliada do diagnóstico do câncer

Exames de tomografia computadorizada conseguem diagnósticos certeiros de diversas condições do corpo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A tomografia computadorizada é um exame de imagem indicado para qualquer região do corpo humano e em todas as etapas do tratamento de um câncer, desde o seu rastreamento e diagnóstico até depois do tratamento.

O exame tem sido bastante requisitado pela qualidade das imagens obtidas, precisão dos dados e velocidade de processamento das informações.

tomografia-computadorizada

Tomografia computadorizada consegue identificar pequenas deformações

O exame faz uso de um feixe de raios-X emitido por uma ampola situada dentro do aparelho de tomografia. Essa ampola gira em torno do corpo, gerando imagens detalhadas que equivalem a fatias corporais.

As imagens são processadas por um computador e formam um espectro completo do paciente, favorecendo a análise de qualquer deformidade ou anomalia.

Por meio da tomografia computadorizada, é possível captar imagens detalhadas de ossos, órgãos e outras estruturas do corpo, o que ajuda no diagnóstico de doenças do cérebro, abdômen, tórax e coluna, entre outras regiões que não podem ser analisadas no exame do consultório ou dificilmente são identificadas em outras técnicas laboratoriais.

Essa tem sido uma das principais ferramentas para detectar tumores, fraturas, obstruções circulatórias e alterações nas estruturas do organismo, além de outras anomalias teciduais. A técnica é mais precisa para tecidos moles do que as simples radiografias, por exemplo.

Medo a respeito da tomografia computadorizada não tem fundamento

Algumas pessoas sentem receio de realizar a tomografia computadorizada por temerem a dor e pensarem que serão sufocadas pelo equipamento. O medo, no entanto, é infundado: o exame dura apenas alguns segundos e não agride o paciente de forma alguma.

Mas é necessário ficar completamente parado – o paciente fica deitado na mesa – para que o exame seja feito de forma perfeita, o que pode exigir a sedação de crianças pequenas ou pessoas muito agitadas.

Em alguns casos, pode ser necessária a aplicação do contraste, uma substância química que auxilia na identificação de veias, vasos sanguíneos e artérias. Quando isso acontece, é comum sentir um leve gosto de metal na boca e calor no corpo durante o procedimento. Para pessoas mais sensíveis a enjoos, pode ser recomendado o jejum de algumas horas antes da realização do exame.

Tomografia computadorizada não é o único exame para diagnóstico do câncer

A tomografia computadorizada é um dos exames mais completos e avançados para o diagnóstico de tumores benignos e malignos, mas existem outros procedimentos comumente utilizados para identificar a presença de câncer. Alguns dos mais comuns são:

- Mamografia

- Ressonância Magnética

- Densitometria Óssea

- Ultrassonografia

- Ecocardiograma

- Radiologia Intervencionista

- Raios-X.

Diagnóstico precoce é a principal arma no tratamento contra o câncer

As chances de sucesso no tratamento contra o câncer dependem diretamente do quão precoce for o diagnóstico. Se a descoberta for feita de forma tardia, os índices de sucesso diminuem e a possibilidade de que surjam complicações depois do tratamento aumenta.

No caso do câncer de mama, por exemplo, se a doença for descoberta ainda no estágio inicial, as chances de que o tratamento seja bem sucedido são de até 90%. Assim, tão importante quanto cultivar hábitos saudáveis – da alimentação ao sono, passando pelas atividades físicas – é realizar exames periódicos e estar atento a possíveis sintomas.

Gostou das nossas dicas sobre tomografia computadorizada? Então deixe um comentário e acompanhe a discussão sobre câncer de mama no Facebook.

TAGS
exames
diagnóstico

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ