Clínica Geral

24/03/2016 10:00 - Atualizado em 08/12/2016 03:44

Tire suas dúvidas e aprenda tudo sobre tuberculose

Se não tratada corretamente, a doença pode ser fatal.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O dia 24 de março é a ocasião certa para você conhecer tudo sobre tuberculose e ajudar a combater essa doença. Ela já mata mais 4 mil pessoas por ano apenas no Brasil, segundo o Ministério da Saúde.

A data, Dia Mundial de Combate à Tuberculose, serve para conscientizar as pessoas sobre os riscos dessa infecção. Tosse bastante seca, que pode vir acompanhada de secreção, pus e sangue, é a principal característica dos pacientes.

A doença ainda é um problema para a saúde pública, preocupando os órgãos responsáveis em função do risco de vida. Saiba mais a seguir.

tudo sobre tuberculose: menino tosse e é examinado por médico

Saiba tudo sobre tuberculose

A tosse é o sinal mais característico da tuberculose, pois acompanha a doença desde o seu estágio inicial. Porém, esse não é o único sintoma. Cansaço extremo, febre baixa, suores durante à noite, emagrecimento, rouquidão, fraqueza, palidez e falta de apetite também são características marcantes de quem é atacado pela infecção bacteriana.

O bacilo de Koch é o organismo vivo que atinge os pulmões da pessoa infectada e pode se espalhar pelo corpo. Categorizado como uma bactéria, esse micro-organismo pode atingir também pele, rins, ossos, linfonodos e cérebro.

Em casos graves, a pessoa com tuberculose encontra dificuldade para respirar. Além disso, ocorre grande perda de sangue e possível colapso do pulmão. Quando o pus se acumula na pleura, uma membrana que reveste o órgão, a pessoa pode sentir dor intensa no tórax.

Apesar de não ser possível conhecer tudo sobre a doença, os médicos já descobriram que a bactéria pode permanecer alojada ou adormecida no organismo por um longo tempo. O bacilo de Koch se instala no pulmão, no cérebro, nos rins, no intestino, nos ossos ou no coração e espera a queda da imunidade para se multiplicar a atacar.

Transmitida pelo ar, a tuberculose pode contaminar pelo contato com vias respiratórias, secreções contaminadas ou pela tosse muito próxima a alguém infectado. Espirro, cuspe e catarro também podem aparecer. Por isso, é fundamental que o tratamento seja administrado o mais rápido possível para evitar a disseminação da doença.

O principal tratamento da tuberculose é feito com a administração de antibióticos por cerca de seis meses. Os medicamentos mais comuns são Rifampicina, Isoniazida, Pirazinamida e Etambutol. No Sistema Único de Saúde (SUS), é possível retirar o CoxCip 4, que contém os quatro remédios em um único comprimido.

Prevenção da tuberculose

Quando abandonado o tratamento antes dos seis meses, por mais que os sintomas melhorem, o bacilo de Koch pode não ser completamente eliminado. Caso o paciente não tome os antibióticos durante o período recomendado, pode continuar sendo um transmissor da bactéria. Se não tratada, a tuberculose leva à morte.

Mesmo com tudo sobre tuberculose que é divulgado, é comum esquecer que a principal forma de prevenir a doença é por meio da vacina BCG, oferecida gratuitamente pelo SUS. Ela faz parte do calendário nacional de vacinação e é administrada ainda na infância.

Além disso, é importante evitar locais muito cheios e ambientes pequenos e fechados, além de não utilizar objetos de pessoas contaminadas. Isso reduz ainda mais um risco de infecção.

Aprendeu tudo sobre tuberculose? Então aproveite para compartilhar o artigo nas redes sociais! Dissemine você também as informações do Vivo Mais Saudável sobre prevenção e combate à doença.

TAGS
bacilo de Koch
vacina BCG
tosse seca
tosse com sangue

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ