Dra. Jaqueline Scholz Issa

ESPECIALIDADE

Cardiologia

ONDE ATENDE

Rua Apinajés, 1.100, conj. 1.110

  • (11) 3675-2629

Dra. Jaqueline Scholz Issa

Apresentação

Diretora do Programa Ambulatorial de Tratamento ao Tabagismo - Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo.

O que Trata

Tratamento ao Tabagismo.

Formação Acadêmica

Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto.

Cargos e Títulos

Residência em Clínica Médica HC - FMUSP e Cardiologia INCOR HC - FMUSP Pós Graduação: Administração Hospitalar - Fundação Getulio Vargas/PROHASA Doutorado em Cardiologia pela Faculdade de Medicina da USP

Clínica Geral

09/02/2015 06:00 - Atualizado em 02/12/2016 09:06

Saúde do coração: Cardiologista fala sobre arritmias cardíacas

Veja o que pode estar por trás de anormalidades na frequênca cardíaca e dicas para um coração mais saudável.

POR

Dra. Jaqueline Scholz Issa

  • +A
  • -A

Você já sentiu seus batimentos cardíacos diferentes sem nenhuma razão aparente para isto? Visite um cardiologista e e acompanhe a saúde do seu coração. Ele pode estar dando sinais de que algo não vai bem e de que é preciso mudar hábitos no dia a dia.

1) Quais são os tipos de arritmias, seus graus e sintomas?

Arritmia cardíaca é um termo técnico que designa batimentos cardíacos alterados.

Podem ser sentidos como aumento anormal da frequência cardíaca (taquicardia) ou batimentos cardíacos diminuídos (bradicardia).

Além disto, pode se manifestar como sensação de batimentos fora do tempo, palpitações.

A maioria das arritmias não apresenta risco de morte súbita, no entanto, uma pequena parte  pode ter potencial de gerar risco de morte súbita. Geralmente isto ocorre em pacientes que possuem doenças cárdicas associadas.  Coração crescido, má formação cardíaca adquirida ou congênita, infarto prévio, entre outras doenças que podem acometer o coração.

Se você sente algum tipo de arritmia (taquicardia, bradicardia ou palpitação) consulte um cardiologista para que ele avalie se sua arritmia é uma condição benigna, como na maioria dos casos, ou se requer tratamento especializado.

Faça aqui o teste Risco Cardíaco

 2) Como acompanhar a saúde do coração?

A saúde do coração pode ser  avaliada pelo cardiologista de forma preventiva.

O paciente é examinado, avaliado seu histórico de saúde prévia, antecedentes familiares e hábitos de vida. O cardiologista pode ainda contar com exames diagnósticos complementares que são seguros e não invasivos, como: eletrocardiograma, ecocardiograma e teste da esteira.

É importante avaliar também  exames laboratoriais como:  valor do colesterol e da glicemia, função da tireóide, dos rins  e do fígado e se o paciente tem anemia ou não. Todas essas condições podem interferir no funcionamento do coração.

3) O que moderar na alimentação?

O coração e a saúde como um todo não gosta de gordura animal em excesso. Esta aumenta risco de entupimento das artérias do coração e do cérebro. Além de aumentar risco de câncer em vários órgãos.

4) Quais alimentos favorecem a saúde do coração?

Frutas, verduras, legumes e consumo de alimentos integrais (ricos em fibras) e preferencialmente naturais.

Receba dicas de alimentação saudável e torne seu cardápio cada vez mais nutritivo com nossas receitas saudáveis!

TAGS
saúde do coração
taquicardia
batimentos cardíacos alterados
batimento cardíaco acelerado
batimento cardíaco fraco
infarto

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ