Dra. Carla Leite

ESPECIALIDADE

Oftalmologia

ONDE ATENDE

Rua Mariland, 720 cj. 401, B, São João, Porto Alegre/ RS

  • (51) 9876-7678

Dra. Carla Leite

Apresentação

Possui 15 anos de profissão com especialidade em oftalmopediatria e estrabismo. Atualmente, é diretora de um consultório em Porto Alegre. Por 10 anos, atuou na Clínica Visão, referência na área. 

O que Trata

Cuida do tratamento oftamológico infantil, adulto e de estrabismo. 

Formação Acadêmica

Graduada em Medicina pela Universidade de Mogi das Cruzes (1999) e especializada em oftalmologia, oftalmopediatria e estrabismo pela Unifesp (2002).

Cargos e Títulos

Atualmente é diretora da Clínica Dra. Carla Leite.

Se sua dúvida for escolhida, ela vira artigo aqui no portal e ajuda milhares de pessoas.

Clínica Geral

03/09/2015 06:00 - Atualizado em 06/12/2016 05:10

Rígidas ou gelatinosas? Saiba como cuidar de suas lentes de contato!

A oftamologista Carla Leite ensina cuidados para conservar e limpar cada tipo de lente.

POR

Dra. Carla Leite

  • +A
  • -A

Existem dois tipos de lente de contato: As rígidas e as gelatinosas. As gelatinosas se dividem entre as descartáveis e as de uso anual. Cada lente tem um tipo de indicação, dependendo do grau e até de certas doenças. Confira dicas para cuidar das suas!

Cuide da saúde dos olhos e previna o glaucoma!

Lentes rígidas

As lentes de contato rígidas são as mais antigas. Hoje são bem confortáveis, permitindo a oxigenação adequada da córnea. São indicadas principalmente em graus de astigmatismo e ceratocone. São mais difíceis de se adaptar, pois geram mais desconforto inicial, mas se bem adaptadas, por médico oftalmologista experiente não causam maior incômodo. São as que dão a maior qualidade de visão. Quem está bem adaptado às rígidas não as trocas pela gelatinosa, pois ressecam menos o olho.

Lentes gelatinosas

As lentes de contato gelatinosas são as mais comuns hoje em dia. Podem ser descartáveis ou não, coloridas ou não. Geralmente ressecam o olho pois são mais aquosas, e para se manter hidratadas retiram água do olho. Pode-se usar lágrima artificiais para a hidratação, e deve-se sempre retirar a lente para dormir.

As descartáveis são as mais comuns, mas alguns pacientes que apresentam a curvatura de córnea diferente da maioria não se adaptam com as descartáveis e podem precisar de lentes anuais, feitas sob medida para o paciente. Por isso devemos ter cuidado com lentes não prescritas pelo médico responsável.

Como cuidar das suas lentes?

Há pacientes que compram as lentes de contato em ópticas sem que haja nenhum controle e responsabilidade, e se a lente estiver machucando pode afetar seriamente a visão, e talvez levar à cegueira. Outro aspecto que necessita de muito cuidado é com a higiene das lentes de contato. A mão deve ser sempre lavada sempre antes da manipulação da lente, a solução para conservação tem que ser específica, não podendo ser soro fisiológico ou água corrente. Se isso não é observado, pode levar a infecções graves por bactérias e até ameba, onde o tratamento é só com transplante de córnea.

Atenção!

Sempre que seus olhos estiverem irritados ou vermelhos, o uso da lente de contato deve ser descontinuado! O olho nos "avisa" se a lente não está boa ou se há algum machucado. Nesses casos, suspenda o uso e procure seu médico oftalmologista.

E você, usa lentes de contato? Gostou das dicas? Deixe seu comentário! E acompanhe o conteúdo dos nossos especialistas no Vivo Mais Saudável.

TAGS
lentes de contato
oftamologia
como cuidar das suas lentes de contato

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ