Dr. Marcus Renato

ESPECIALIDADE

Puericultura

Pediatria

Amamentação

ONDE ATENDE

Rua Carlos Gois, 375/ sala 404, Leblon - Rio de Janeiro

Dr. Marcus Renato

Apresentação

Pediatra graduado pela UFRJ com especialidade em puericultura, ou seja, nos cuidados com o desenvolvimento infantil desde a fase pré-natal, e amamentacão com atuação clínica no atendimento a nutriz (mulheres na fase de amamentação).

 

 

O que Trata

Pediatria, Puericultura e Amamentação.

Formação Acadêmica

Especialista em Medicina Preventiva e Social pelo IMS/UERJ. Mestrado em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz. Especialista em Amamentação pelo International Board Certified Lactation Consultant desde 2001. Especialista em Comunicação & Saúde pelo ICICT - FioCruz.

Cargos e Títulos

Docente da Faculdade de Medicina - UFRJ e do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina - UFRJ. Editor do www.aleitamento.com. Organizador do livro “Amamentação - bases científicas” e coautor do livro “Da Gravidez à Amamentação”. Coordenador do Curso de Especialização em Atenção Integral à Saúde Materno Infantil da Maternidade Escola da UFRJ desde 2006. Preceptor da Residência Multiprofissional em Saúde Perinatal da Maternidade Escola desde 2010. Presidente do I e II Congresso Virtual de Aleitamento Materno (2011 e 2013).

Clínica Geral

27/07/2014 09:00 - Atualizado em 07/11/2016 10:18

Pediatra fala sobre a importância do pai na saúde materno-infantil

O apoio e a presença do pai na vida do bebê

POR

Dr. Marcus Renato

  • +A
  • -A

A figura do pai e importância de sua presença e apoio desde a gravidez são o foco do artigo do pediatra Marcus Renato.

Ser pai é participar desde a gestação

Vivemos um novo tempo, no qual a figura masculina está mais presente, cuidadosa e cuidadora. Vários estudos chegaram à conclusão de que quando o homem está apoiando a gravidez, esta transcorre com menos problemas. Nos casos em que o casal decide que o homem irá assistir ao parto – o que já é lei federal, o nascimento ocorre de forma menos dolorosa e este novo pai se vincula mais ao seu filho e a sua mulher. No período de amamentação, a presença paterna também é fundamental: caso ele tenha recebido informações adequadas, o aleitamento materno exclusivo tem maior duração e o desmame precoce é evitado.

Houve uma época em que a paternidade era uma obrigação, um dever. Hoje, a paternidade já é reconhecida como um direito. Percebemos que ser pai se tornou um verdadeiro prazer. Vejo homens curtindo muito, trocando fraldas, dando banho, levando às vacinas e ao pediatra. A cultura machista está sendo substituída, com isso todos saem ganhando: os filhos, a mulher e o homem.

Seu sono tem qualidade? Faça o teste para descobrir e aprender como descansar melhor!

Desde 2003, o portal aleitamento.com promove Campanha de Valorização do Cuidado Paterno, chamando atenção da sociedade, principalmente dos profissionais de saúde e de educação sobre a inclusão dos homens no pré-natal, nos grupos de preparação para o parto, nas maternidades, nos ambulatórios e consultórios.

Veja os 10 "mandamentos" do pai na atualidade. Compartilhe!

Pai que é pai:

1. Acompanha a gestação, o parto e a amamentação;
2. Colabora nos cuidados cotidianos;
3. Participa das atividades escolares;
4. É provedor material;
5. Ouve, olha nos olhos, brinca, está presente;
6. Provê possibilidades de lazer, esporte e e cultura;
7. Possibilita o acesso aos seus direitos, à saúde e à educação;
8. É ético, não mente e respeita as suas escolhas;
9. Garante a sua presença mesmo tendo se separado e, claro,
10. Cuida de si próprio.

Vivo Ligue Bebê: Um canal exclusivo para mamães e papais tirarem suas dúvidas

Gostou? Fique de olho na seção Eles explicam para mais artigos, entrevistas e dicas de nossos especialistas!

E não esqueça de curtir a página do Vivo Mais Saudável no Facebook para receber informação que faz bem todos os dias!

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ