Clínica Geral

17/11/2014 07:17 - Atualizado em 02/12/2016 08:40

O que é quimioterapia: Entenda a eficácia do tratamento

Quimioterapia é um tratamento poderoso contra o câncer, mas tem muitos efeitos colaterais.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Certamente você já ouviu falar em quimioterapia. De todas as técnicas utilizadas para o tratamento do câncer, essa é a mais comum, já que é eficaz para a maior parte dos casos. Mas você sabe o que é quimioterapia? De que forma ela age no organismo e nas células cancerígenas? Descubra tudo sobre esse tratamento, que é um dos mais realizados no país.

O que é quimioterapia e como age

Por saberem as funções do tratamento, muitas pessoas acreditam conhecer o que é quimioterapia. Acabam enxergando esse tratamento contra o câncer como outro qualquer, como contra um resfriado. Mas, na verdade, a quimioterapia vai muito além disso. Feitos à base de compostos químicos, os medicamentos agem no tratamento de doenças com origem biológica.

o-que-é-quimioterapia

Não faz muito tempo que os cientistas descobriram o que é quimioterapia. O tratamento foi descoberto através de estudos sobre o gás de mostarda, utilizado durante as duas guerras mundiais como arma durante confrontos químicos. Ao longo do tempo, outros medicamentos foram sendo inseridos no tratamento quimioterápico, dependendo da necessidade de cada caso.

A quimioterapia age diretamente na destruição das células cancerígenas, mas varia de ação conforme o tipo de doença do paciente. Os medicamentos podem ser aplicados isoladamente ou em associação. Os alquilantes evitam a reprodução das células neoplásicas, o antimetabólitos inibem a divisão celular, enquanto os antibióticos antitumorais combatem o desenvolvimento do tumor.

Os inibidores de toposoimerase interferem no processo de transcrição e replicação do DNA e a terapia hormonal agem em casos de cânceres de próstata ou mamas, que têm origem em glândulas e que podem ser equilibrados através do uso de hormônios. Por último, os anticorpos monoclonais, que fazem as vezes de sistema imunológico e atacam as células cancerígenas.

Os medicamentos utilizados nesse método de tratamento do câncer atingem tanto as células saudáveis, quanto as afetadas pela doença. A diferença é que as células neoplásicas sofrem muito mais o efeito das substâncias do que as normais e, por isso, o tratamento surte tanto efeito. Ele pode ser utilizado de forma isolada ou acompanhado de radioterapias e outros métodos.

efeitos-colaterais-da-quimioterapia

O que é quimioterapia: Os efeitos

Ao saber dos efeitos comprovados da quimioterapia, algumas pessoas pensam que esse tratamento só tem pontos positivos. Mas não é bem assim. Mais importante do que saber o que é quimioterapia, é entender que os efeitos colaterais dela são muito fortes. Os remédios atingem todas as células do corpo e, por serem muito potentes, causam um impacto muito forte.

O efeito mais conhecido da quimioterapia é a alopecia, ou queda de cabelo. Os medicamentos matam as células responsáveis pelo crescimento capilar e, durante o tratamento, o cabelo cai e não cresce novamente. Ao fim do tratamento, novas células fazem com que o cabelo volte a crescer. Porém, nem sempre os fios voltam na mesma forma que tinham antes da queda.

Náuses, vômitos, constipações intestinal, dores no corpo e falta de apetite são alguns dos efeitos não aparentes. O cansaço também é muito comum. Nessa fase, o paciente passa boa parte do seu dia repousando. Surgimento de aftas ou acne também é muito comum, já que o tratamento expele muitas substâncias do corpo.

Agora, sabendo o que é quimioterapia, vale lembrar: apesar de eficaz, o método precisa ser aplicado na fase mais inicial possível da doença, a fim de que ela não evolua. Por isso, o check-up regular é essencial.

Gosta das nossas dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
câncer
tratamento
saúde
novembro azul
quimioterapia

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ