Clínica Geral

29/11/2014 11:03 - Atualizado em 29/11/2016 10:28

Meningite: Identifique os sintomas e previna-se da doença

Ao notar sinais da meningite, é importante que o atendimento médico seja buscado.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Causada pela presença de um vírus ou bactéria no organismo, a meningite é mais comum em crianças do que em adultos, em virtude da fragilidade do sistema imunológico na infância. No entanto, isso não significa que os mais velhos não precisem estar atento aos sintomas e buscar a prevenção. Entenda como identificar o problema de forma precoce, evitando complicações futuras.

meningite

Sistema nervoso é afetado pela meningite

Quando o vírus ou a bactéria responsável pela doença consegue vencer as defesas naturais do organismo, um processo inflamatório tem origem. Com isso, as membranas ao redor do cérebro e da medula espinhal são afetadas, causando problemas ao sistema nervoso central. O agente causador da inflamação define o tipo de meningite - que são dois:

- Tipo viral

É a variação mais comum - e menos problemática - da doença. Ocasionada pela infecção de um vírus, a inflamação provoca sintomas semelhantes aos da gripe. Na grande maioria dos casos, a doença não oferece riscos ao organismo e é combatida de forma natural, sendo eliminada pelas fezes. Medicamentos antitérmicos e analgésicos podem ser indicados para solucionar o problema rapidamente.

- Tipo bacteriano

Essa variação da meningite exige atenção e tratamento específico: o quadro pode ser crítico e, em alguns casos, evoluir de forma problemática, causando danos graves ao sistema nervoso. Situações extremas, em que não há tratamento, podem levar a óbito.

O principal risco é a proximidade da inflamação a órgãos nobres do sistema nervoso central. Exames específicos são necessários para descobrir o tipo de bactéria envolvida e garantir o tratamento adequado.

Doença pode provocar rigidez no pescoço

Estar atento aos sintomas e procurar atendimento médico especializado assim que os primeiros sinais da meningite surgirem é a principal medida para evitar as complicações decorrentes da doença.

Isso porque os adultos podem adoecer de forma grave no período de um dia (para as crianças, o tempo é menor). A infecção inflama os tecidos cerebrais, impedindo o fluxo de sangue. Os principais sintomas são:

- Pescoço rígido (encostar o queixo no peito é praticamente impossível, em função da dor)

- Vômitos e náuseas

- Febre alta repentina

- Dor de cabeça e de garganta

- Dificuldade de concentração (confusão mental)

- Sonolência acentuada

- Fotossensibilidade (sensibilidade à luz)

- Falta de apetite

- Manchas vermelhas e rachaduras na pele

- Convulsões.

meningite

Prevenindo a meningite

Como a doença é provocada por um vírus ou bactéria, o contágio direto é a principal forma de transmissão. Em geral, ela ocorre pelo contato prolongado com a saliva e com as secreções respiratórias de pessoas infectadas. No entanto, compartilhar pratos, copos e talheres não representa um grande risco, pois as bactérias causadoras de meningite não sobrevivem no ambiente.

Assim, a principal maneira de evitar o problema é cultivar hábitos de higiene que abranjam todo o relacionamento familiar. Procure lavar as mãos de forma frequente e evite secá-las em toalhas úmidas. Em ambientes coletivos, dê preferência às toalhas descartáveis de papel.

Cuidados com a alimentação e com a casa também são necessários: mantenha o ambiente limpo e arejado. Lave os reservatórios de água regularmente e utilize filtro para água potável. Dê atenção especial à limpeza de alimentos como frutas e verduras, que são consumidos com casca e não passam por processos de cozimento.

Gosta das nossas dicas de saúde? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
doenças
saúde
vírus
bactérias

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ