Clínica Geral

02/06/2015 11:02 - Atualizado em 02/12/2016 09:36

Má circulação pode causar varizes e trombose

Praticar atividades físicas e manter uma alimentação controlada são medidas preventivas.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Dor nas pernas, formigamentos e inchaços frequentes não devem ser situações encaradas como normais. Elas precisam de tratamento, pois podem ser sinais de circulação, que é responsável por desencadear diversas complicações, como varizes e trombose. As causas têm como fatores de risco o estilo de vida e a predisposição genética.

Os tratamentos para o problema vão desde o uso de medicamentos até medidas simples, como elevar as pernas e não ficar muito tempo sentado ou em pé. Adotar hábitos saudáveis, como uma alimentação com pouco sal e gordura, e praticar atividades físicas regularmente também são cuidados preventivos.

ma circulacao

Principais causas da má circulação

A má circulação é considerada uma situação comum, principalmente em pessoas com excesso de peso. Porém, segundo o Ministério da Saúde, as doenças circulatórias foram as que mais mataram em 2008. Em 2012, foi apontado que 25% das mulheres acima de 30 anos possuíam problemas de circulação, bem como 15% dos homens da mesma faixa etária.

Essa dificuldade de o sangue passar pelas veias ou artérias gera sintomas como inchaço, sensação de formigamento, dor e peso nas pernas, mãos frias e varizes nos membros inferiores. Entre as causas, estão o histórico hereditário, passar muito tempo em pé ou sentado, cruzar as pernas ou o envelhecimento do corpo.

Fatores como sedentarismo, desequilíbrio hormonal, tabagismo, colesterol elevado e sobrepeso contribuem para agravar a má circulação.

O problema também causa consequências para o organismo, como dormências, câimbras, varizes, trombose e aterosclerose. As duas últimas costumam ser as mais graves para o coração, pois, quando atingem algum vaso que o irrigue, ocasionam a interrupção do fluxo sanguíneo para o órgão.

Em casos mais graves de trombose, além de dores, inchaço, vermelhidão e aumento da temperatura das pernas, pode ocorrer ainda a ulceração da pele, pois o oxigênio e os nutrientes não chegam aos tecidos.

Como tratar e prevenir o problema

Para tratar as situações mais avançadas de má circulação, como casos de aterosclerose ou trombose, é importante a avaliação de um médico especialista. O profissional pode indicar desde terapias com medicamentos até uma cirurgia para restituir a circulação na região que estiver danificada.

Algumas medidas preventivas ajudam a controlar os sintomas e melhorar a circulação, como elevar as pernas com almofadas, no final do dia, ou dormir com as pernas mais altas que o corpo.

Além disso, usar meias de compressão, praticar atividades físicas regularmente, não ficar muito tempo sentado ou em pé, diminuir a quantidade de sal e gordura na comida e manter o peso ideal são medidas indicadas.

Para as mulheres, ainda é preciso manter um acompanhamento com o ginecologista, principalmente as que utilizam anticoncepcionais orais. Não se deve começar a tomar uma pílula sem a indicação de um médico, pois só o profissional pode avaliar cada caso e indicar o melhor tipo de medicamento, de acordo com o estilo de vida e histórico genético da paciente.

A má circulação é ainda mais frequente durante a gestação, principalmente nos últimos meses, pois o organismo da mulher produz mais líquidos para manter a irrigação da placenta, dificultando o trabalho das veias. Para diminuir esse incômodo, as grávidas devem descansar várias vezes no dia, utilizar meias elásticas e fazer massagens nas pernas.

Como você cuida da sua saúde? Conte para nós! E continue ligado para conferir as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
varizes
trombose
circulação sanguínea
coração

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ