Clínica Geral

29/07/2014 09:00 - Atualizado em 31/10/2016 10:23

Lente de contato inteligente pode facilitar vida de diabéticos

No aguardo da liberação, lente de contato inteligente promete revolucionar a área da saúde no mundo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Com ajuda do Google, é possível enxergar o futuro. Conheça a lente de contato inteligente, fruto de uma parceria entre a gigante de tecnologia americana e o grupo farmacêutico suíço Novartis. O produto promete avançar muito em relação aos eletrônicos vestíveis (wearables), como o Google Glass e os relógios inteligentes, e dar um passo importante na conversão desse dispositivo em aliado da saúde.

lente-de-contato-inteligente
Uso da lente de contato inteligente depende da aprovação de órgãos reguladores. Foto: Shutterstock

Conheça a lente de contato inteligente

Um dos primeiros sinais das tecnologias de "wearables" foi o o Google Glass, aparelho em formato de óculo que traz uma pequena tela posicionada em frente ao canto do olho. O dispositivo tem uma série de funções, como pesquisas e câmera filmadora, que podem ser acionados pela voz. A criação causou furor quando divulgada, mas a lente de contato inteligente mostra que a tecnologia pode avançar ainda mais, assumindo uma cara cada vez mais discreta.

Mas o que é, afinal, a lente de contato inteligente?  A ideia do produto é assumir um papel de auxiliar no controle da saúde do seu usuário, através de sensores não invasivos. A principal função trabalhada nesse primeiro projeto é a análise do nível de glicose da pessoa, através de medições complexas realizadas a partir do fluido dos olhos - as lágrimas. Assim, pode-se converter esse aparelho em um eficaz aliado no combate e monitoramento da diabetes.

Como funciona a lente de contato inteligente

Apesar de minúscula, a lente porta um chip wireless e sensores miniaturizados de glicose, tudo isso prensado entre duas camadas de material gelatinoso próprio para lentes de contato. Ainda há espaço para luzes LED, que podem emitir sinais para a pessoa quando houver uma alteração no seu nível de glicose.

Mas o principal aviso ao usuário se deve à transmissão de dados sem fio. As informações coletadas - a lente de contato inteligente terá a capacidade de ler o nível de glicose a cada segundo - são enviadas automaticamente a um smartphone. 

Em suma, é uma maneira extremamente facilitada de obter esse tipo de informação. Um paciente com diabetes precisa, geralmente, furar o dedo, obtendo uma gota de sangue que será analisada em um hemograma.

A diabetes é uma condição crônica, na qual o paciente tem dificuldade de absorção da insulina, hormônio responsável pela manutenção dos níveis de glicose no sangue. Essa doença tem como principal tratamento, além de medicamentos, uma série de cuidados e restrições alimentares. Pesquisas recentes revelaram que, no Brasil, em 2013, o percentual de portadores de diabetes chegou a 6,9% da população.

Além dessa principal função, de monitorar os níveis de glicose, Novartis e Google também trabalham para desenvolver a tecnologia a ponto de ajudar também pacientes com presbiopia, trabalhando na restauração do foco natural dos olhos.

Regulamentação

Recentemente, as duas empresas firmaram um acordo que definiu os termos de colaboração entre elas nos projetos. Por enquanto, a lente de contato inteligente ainda não está no mercado - a sua estreia vai depender ainda da aprovação de órgãos reguladores.

Em abril, a Google também registrou a patente de uma tecnologia que permite a uma lente ter funções semelhantes à do Google Glass. É mais um forte indício de que a empresa está investindo forte para causar mais revoluções no campo da ciência.

Conheça Vivo Bem-Estar e receba dicas diárias para manter uma rotina mais saudável

Achou o texto interessante? Então deixe seu comentário e compartilhe sua experiência no nosso fórum.


TAGS
olhos
lente de contato
beleza dos olhos

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ